Chefe de operações da Force India elogia e diz que “especial” Ocon é “tão bom quanto” Verstappen

Chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer avaliou que Esteban Ocon é “tão bom quanto” Max Verstappen. Dirigente elogiou o “especial” francês e apostou em um futuro promissor

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer afirmou que Esteban Ocon é “tão bom quanto” Max Verstappen. Na visão do dirigente, a diferença entre os dois reside no valor de mercado.
 
Ocon estreou pela Force India na F1 em 2017 ― depois de disputar nove provas com a Manor no ano anterior ― e conseguiu pontuar já em sua primeira corrida. O francês terminou no top-10 em quase todas as etapas, com exceção dos GPs de Mônaco e da prova do Brasil, que abandonou após uma colisão.
Esteban Ocon ganhou elogios de dirigente da Force India (Foto: Force India)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Além da presença quase fixa na zona de pontuação, Ocon também se destacou pela disputa constante com Sergio Pérez, seu companheiro de equipe.
 
Szafnauer entende que Ocon pode ter um futuro igualmente promissor ao de Verstappen, ainda que, no momento, tenha o passe bastante menor valorizado que o holandês.
 
“É difícil saber, porque eles estão guiando carros diferentes. Mas Max assinou um contrato longo com a Red Bull e nós provavelmente pegamos Ocon por um centésimo do preço”, disse Szafnauer em entrevista à emissora inglesa Sky Sports. “Acho que Esteban é tão bom quanto. A primeira vez que vimos Esteban no carro, soubemos que ele era especial”, recordou.
 
“Ele entende o carro realmente bem. Ele tem um ótimo controle do carro e, por causa disso, pode chegar ao limite muito rapidamente e aí descrever o que sente. Ele também sabe o que quer do carro, o que é muito maduro para a idade dele”, considerou. “Acho que sua maior conquista é sua melhora constante. De onde começamos em 2017 até onde estamos agora, ele melhorou em inúmeros aspectos e acho que, por conta disse, ele pontuou em todas, com exceção de duas corridas, e continua a pressionar Checo”, ponderou.
 
Por fim, Szafnauer reconheceu que o fato de Ocon estar na Force India por um empréstimo da Mercedes significa que é só uma questão de tempo até a equipe precisar de um substituto.
 
“Ás vezes, emprestar é melhor do que comprar. Eles podem tê-lo de volta e acho que quanto melhor ele for, mais provável é que ele seja promovido à um papel na Mercedes em algum ponto, mas, por enquanto, ele está conosco. Vamos ver o que o futuro trará, mas acho que ele vai seguir melhorando”, concluiu.
 
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube