Chefe de performance exibe confiança e diz que Williams é capaz de evoluir “tanto ou até mais” que rivais em 2015

Chefe de performance da Williams, Rob Smedley afirmou que a equipe inglesa veio ainda mais forte em 2015 e tem total condição de continuar desenvolvendo bem seu carro, até mais que as rivais. O inglês também confia em um resultado melhor do time na Malásia

A Williams se disse totalmente confiante de que terá de condições de desenvolver seu carro ao longo da temporada tão bem quanto suas rivais e se manter na ponta de cima da tabela consistentemente, apesar de ter perdido o terceiro posto para a Ferrari na Austrália, na abertura do campeonato, há duas semanas.

A equipe inglesa mostrou grande evolução em 2014, especialmente na segunda metade do ano, quando esteve regularmente próxima da Mercedes. Em Melbourne, entretanto, apesar do terceiro lugar do grid, Sebastian Vettel soube usar da estratégia e de um ritmo muito forte para superar Felipe Massa e ir ao pódio.

Rob Smedley se mostrou otimista (Foto: Getty Images)

Chefe de performance, Rob Smedley, entretanto, minimizou o episódio e afirmou que a Williams tem mais potencial para ganhar terreno. "O que vejo é uma enorme mudança de mentalidade na Williams nesses 12 meses", afirmou o engenheiro aos jornalistas ainda na Austrália.

"Agora, o time acredita que pode evoluir tanto ou mais que as rivais. O pessoal no túnel de vento está fazendo um trabalho fantástico com a quantidade de informações que coloca no carro, além dos caras do projeto mecânico, que também estão trabalhando muito sério", explicou.

"Mais uma vez, temos um carro seguro, confiável e bem equilibrado e que continuamos desenvolvendo. Nós vamos chegar lá, não tenho dúvidas disso", acrescentou o inglês.

Smedley acredita ainda que Melbourne foi um caso isolado e espera um desempenho mais forte da equipe britânica em Sepang. "Precisamos ir para os circuitos que exigem alta downforce para ter uma imagem mais clara", explicou.

"Penso que tivemos um começo razoável. Sabemos os nossos pontos fortes e agora acho que poderemos usá-los melhor na Malásia, uma pista que se adapta melhor ao nosso carro", finalizou o chefe.

ACERTOU NA MOSCA

33 CARROS, 66 PILOTOS. 25 títulos da Stock Car na pista, 14 ex-pilotos da F1 e, dentre eles, um campeão. Estrelas de campeonatos de turismo e endurance ao redor do mundo. Prost e Senna companheiros de equipe outra vez no grid. Uma corrida bem disputada no domingo de manhã. Mais uma vez, a Stock Car deu a largada para a temporada com o pé direito. Não há dúvidas disso, depois da segunda edição da Corrida de Duplas em Goiânia. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube