Chefe da Mercedes brinca com problema de quiques: “Viramos especialistas”

Toto Wolff, chefe da Mercedes, brincou que a equipe se tornou especialista em todos os tipos de quiques, e afirmou que não quer ir pelo caminho mais fácil, ainda que possa tornar o carro mais rápido em um primeiro momento

FÓRMULA 1 2022: VERSTAPPEN ATROPELA EM MIAMI. COMO FERRARI RESPONDE? | Paddock GP #286

A Mercedes segue sem conseguir decifrar os problemas do W13, seu carro para a temporada de 2022. O problema dos quiques, que vem atormentando a equipe alemã, parecia ter sido resolvido nos treinos de sexta-feira em Miami, mas voltaram com tudo no sábado. O time passou tanto tempo tentando entender as causas que Toto Wolff, chefe da Mercedes, brinca que já se tornaram especialistas do porpoising.

“Parecia [na sexta-feira] que o acerto de baixa força aerodinâmica tinha funcionado e ajudado no porpoising. Mas, obviamente, a pista [no sábado] ficou com mais aderência e havia mais vento, então parece que não curou o problema”, contou Wolff após o GP de Miami.

“Acho que agora somos especialistas em quiques e podemos dividir isso em várias categorias. Seja quicando, saltando ou afundando, temos de tudo. Mas, fundamentalmente, é sempre o mesmo problema”, explicou o dirigente austríaco.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Mercedes segue sem conseguir resolver problemas do W13 (Foto: Mercedes)

A Mercedes trouxe atualizações para a prova em Miami, e esperava ter melhores indicações de que se estava no caminho certo ou não. Agora, o time alemão trata Barcelona como uma prova final para o conceito sem sidepods do W13. Ainda assim, Toto não deseja seguir pelo caminho mais fácil de enrijecer o solo do carro para evitar os quiques.

“Acho que todo mundo tenta conseguir downforce usando o efeito solo. Obviamente, é um equilíbrio difícil de se alcançar, porque, se conseguirmos acertar, o carro será muito rápido e gerará downforce. Se você não estiver lá, ou se errar, vai estar na situação em que estamos no momento”, disse o chefe da Mercedes.

“Acho que há um caminho fácil, e você apenas diz: ‘Bem, não somos capazes de gerar pressão aerodinâmica pelo efeito-solo, você o conserta, o torna mais rígido’, e então você vê qual vai ser o desempenho. Isso é provavelmente mais rápido do que somos hoje, mas ainda não desistimos e optamos pelas soluções mais simples”, concluiu Wolff.

O GP da Espanha, sexta etapa da temporada de 2022 da Fórmula 1, está marcado para o dia 22 de maio.

COMO ALONSO ABRIU AS PORTAS PARA O AZAR EM MIAMI NA FÓRMULA 1 2022
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar