Chefe da Mercedes diz que Verstappen seria pole “de maneira sólida” sem erro

Toto Wolff, diretor-executivo e chefe de equipe da Mercedes, destacou a volta de Lewis Hamilton, as foi claro: a pole era da Red Bull

Assista aos melhores momentos da classificação do GP da Emília-Romanha (Crédito: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Com tudo que se falou na temporada até agora, é digno de nota que a Mercedes tenha ganhado a primeira corrida e feito a segunda pole. Mesmo assim, Toto Wolff, chefe e diretor-executivo da Mercedes, foi assertivo ao dizer que Max Verstappen e a Red Bull estariam na posição de honra se o piloto não tivesse cometido um erro em sua última volta no treino de classificação em Ímola.

Wolff destacou o tempo especial anotado com Lewis Hamilton para a pole – uma volta que nem o próprio heptacampeão conseguiu igualar na segunda tentativa do Q3. Sergio Pérez e Max Verstappen, nesta ordem, completam o top-3. Os dois admitiram erros na volta derradeira. Sobretudo o de Verstappen, no contorno da Tamburello, ficou evidente. Custou tempo, a pole e até a primeira fila.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Está claro que a volta de Lewis foi muito boa. Resolvemos alguns problemas de equilíbrio que tivemos no Bahrein e creio que demos um passo decente nesse sentido. O problema da dirigibilidade da unidade de força melhorou e as condições da pista obviamente são muito diferentes ao Bahrein. Tudo isso foi um fator”, disse.

“Mas, se você comparar as voltas com a Red Bull, Max, se não tivesse erros, estaria na pole de maneira sólida. Talvez não tanto quanto o Bahrein, mas estaria lá”, afirmou.

TOTO WOLFF; MERCEDES; PRÉ-TEMPORADA; BAHREIN; GRANDE PRÊMIO;
Apesar da pole, Toto Wolff ainda viu Red Bull melhor no sábado em Ímola (Foto: Reprodução)

A pole foi possível, aponta Wolff, por recuperação da Mercedes apos o GP do Bahrein. O carro é melhor agora.

“É a vantagem que eles têm. Normalmente se diz que largar com os macios não é tão bom, mas aqui é uma estratégia de neutralização e não é tão pior que largar com os médios. Certamente eles têm dois carros, sabemos que é sempre uma vantagem, e então a estratégia de neutralizar dá outra chance a eles”, seguiu.

https://open.spotify.com/episode/7cAkbLrIeKpiUOXYpzNd18

Sobre Valtteri Bottas, que também não melhorou na segunda volta do Q3 e terminou somente em oitavo, Wolff não chegar a pegar pesado, mas garantiu que todos sabem o que aconteceu.

“Sabemos exatamente o que foi, e Valtteri também. Os dois pilotos tiveram problemas para aquecer os pneus no começo da volta. No Q1, uma vez que demos a Valtteri uma segunda volta para conseguir a temperatura certa, ele foi muito bem. Acho que a segunda volta no Q1 teria garantido um quarto lugar. De qualquer maneira, creio que seja uma posição OK para a corrida”, finalizou.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube