Chefe revela que Mercedes ajudou Williams financeiramente no retorno de Massa à F1

Em entrevista ao jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’, Toto Wolff revelou que foi parte importante para ajudar a Williams a trazer de volta Felipe Massa à F1. O brasileiro entrou na negociação que culminou com a contratação de Valtteri Bottas como substituto do campeão do mundo e recém-aposentado Nico Rosberg

A Mercedes é parte fundamental do retorno de Felipe Massa ao grid do Mundial de F1 como piloto da Williams. Não somente por ter contratado Valtteri Bottas como substituto de Nico Rosberg, campeão do mundo e recém-aposentado, mas também por ajudar financeiramente a Williams a bancar o novo contrato do brasileiro, de € 6 milhões (algo em torno de R$ 20,6 milhões) nesta temporada, conforme revelou no mês passado o GRANDE PRÊMIO. Quem revela é o próprio chefe da Mercedes, Toto Wolff.

 
A volta de Massa à F1, antecipada ainda em dezembro pelo GRANDE PRÊMIO e oficializada na última segunda-feira (16) pela Williams, foi resultado da negociação entre Williams e Mercedes para liberar Bottas para a escuderia prateada. Dentre outras medidas para liberar o finlandês, que inclui o desconto no valor dos motores fornecidos ao time britânico, também faz parte do ‘pacote’ uma contribuição financeira importante para bancar o contrato de Massa.
 
“Obviamente, não poderíamos fazer pedidos sem dar algo em troca”, comentou Wolff em entrevista ao jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’. 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Toto Wolff revelou que a Mercedes contribuiu financeiramente para ajudar no retorno de Massa à F1 (Foto: Getty Images)
“Claire Williams é uma mulher de negócios muito capaz, assim como seu pai, Frank. Mas nós não falamos apenas sobre negócios. Por exemplo, a Williams precisava de um piloto com experiência, e foi preciso que Massa voltasse”, salientou o dirigente austríaco, uma das figuras mais influentes da F1 na atualidade.
 
“Então nós todos estamos satisfeitos. E obviamente nós contribuímos financeiramente para o retorno de Felipe”, revelou Wolff.
 
A Williams só admitiu perder Bottas para a Mercedes se contasse com um piloto de larga experiência, como Felipe Massa, para trabalhar ao lado do jovem canadense Lance Stroll, de 18 anos, que fará sua estreia no Mundial de F1 em 2017. 
 
Além do fator experiência, pesou também o contrato de patrocínio entre Williams e Martini. A legislação britânica impede que pessoas abaixo de 25 anos participem de propaganda de bebidas alcóolicas. Desta forma, até do ponto de vista mercadológico, o retorno de Massa à F1 na equipe britânica era visto como fundamental, o que foi confirmado na última segunda-feira.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

BRUNO SENNA FALA DA CARREIRA, DO FUTURO E DA VOLTA DE MASSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube