Chefes do meio do grid aprovam mudanças para 2021: “Um bom dia para a F1”

O novo regulamento da Fórmula 1 foi aprovado por chefes de equipes que aparecem no meio do grid da categoria na atualidade. Entre McLaren, Toro Rosso e Williams, as novidades foram elogiadas por unanimidade

A oficialiazação das mudanças no regulamento da Fórmula 1 para 2021 trouxe diversas opiniões – boas ou ruins. Mas, em um loal específico do grid atual da categoria, apenas positividade foi mostrada: o meio.

Claire Williams, Zak Brown e Franz Tost, chefes de williams, McLaren e Toro Rosso, respectivamente, mostraram em Austin, onde estão para o GP dos EUA deste final de semana, que são completamente a favor das alterações – e foram só elogios.

"É um novo começo para a F1 e espero que tenha sucesso", resumiu Tost. Ele destacou o teto orçamentário: "Porque precisamos diminuir os custos na F1. A distribuição do dinheiro será mais justa."

Franz Tost (Foto: Peter Fox/Getty Images)
Paddockast #40
QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Já da perspectiva da Williams – de chefe e equipe -, a aprovação "era tudo o que queríamos": "E de várias perspectivas, seja das mudanças técnicas, seja das questões financeiras."

"Entendemos isso como um primeiro passo à frente. Mas é o passo certo. Fará com que equipes como a nossa sejam sustentáveis no futuro. Acho que todos sabemos o quão insustentável é a F1 no momento em termos de custos. Não acho que possamos subestimar essa mudança por este ponto", completou Claire.

Zak Brown (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Por fim, Brown foi o úncio a apontar alguma discordância, apesar de aprovar as mudanças: "No nosso caso, gostaria de ter visto a questão financeira ser mais agressiva."

"Mas é isso. E o mais importante, para mim, é que temos uma direão clara para seguirmos", concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube