carregando
F1

Com etapa até em sentido inverso, Silverstone se oferece para ter vários GPs em 2020

Diretor de Silverstone, Stuart Pringle aguarda até o fim de abril para definir, junto com a F1, sobre a realização do GP da Inglaterra, marcado para 19 de julho. O dirigente, contudo, deixou o circuito à disposição da categoria, nem que seja para realizar provas em versões alternativas do traçado

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
O cancelamento do Torneio de Wimbledon, uma das competições mais tradicionais do tênis na temporada, jogou luz sobre o futuro do GP da Inglaterra de F1. A etapa britânica do calendário do Mundial segue marcada para 19 de julho, mas a incerteza provocada pela pandemia do coronavírus no país impede qualquer prognóstico. Stuart Pringle, diretor de Silverstone, prevê uma decisão sobre a realização da corrida até o fim de abril e, mesmo sem ter ideia do que está por vir, colocou o circuito à disposição da F1 para a realização de várias provas como forma de ajudar a salvar a temporada 2020. O dirigente considera, inclusive, que alguma etapa seja disputada em sentido inverso ao tradicional.
 
“Tudo o que fiz foi dizer à F1 que estamos dispostos a trabalhar com eles da maneira que eles achem que seja do interesse do campeonato. A maioria das equipes está a poucos passos do circuito. Então, operacionalmente, seria bem simples [realizar várias corridas]”, disse Pringle em entrevista ao canal britânico Sky Sports. 
 
“Temos infraestrutura fixa, as equipes podem voltar para casa e dormir em suas próprias camas à noite, na sua maior parte. Se é assim que podemos ajudar, então ficaria muito feliz em fazer isso. Vamos fazer o que for pedido”, explicou.
Silverstone oferece várias alternativas para ajudar a salvar a temporada 2020 (Foto: Ferrari)
Quando questionado sobre a possibilidade de correr no sentido inverso do circuito de 5.891m, Pringle disse que não considera algo absurdo. “Talvez não seja uma pergunta tão louca”, afirmou.
 
“Não temos licença para correr no sentido inverso, mas são tempos extraordinários, e creio que decisões extraordinárias estão sendo tomadas. Nada está descartado, mas, da mesma forma, vamos ver como vão ser as próximas quatro semanas”, salientou o britânico, ressaltando o momento sem precedentes para o esporte.
 
“É difícil para a F1. Eles não estão olhando somente para o que acontece na Grã-Bretanha, estão olhando para o que está acontecendo ao redor do mundo e como suas viagens devem se encaixar”, lembrou.
 
“Silverstone é uma etapa de um campeonato mundial, e nossos colegas da F1 estão trabalhando arduamente para tentar montar uma temporada que começaria bem tarde. Houve vários cancelamentos e adiamentos, então eles estão tentando reconectar esse calendário juntos, e somos um elemento disso”, pontuou o dirigente.
 
“É importante que a F1 tente começar o campeonato. E devemos dar a eles o tempo necessário para que assim seja. Somos um local fixo, temos instalação e estrutura fixas. Também temos uma equipe incrivelmente experiente, que sabe o que faz. Então, para que possamos nos permitir, no mês de abril, tomar uma decisão que seja suficiente para a F1, espero encaixar os planos deles”, concluiu o responsável por Silverstone.
Paddockast #55
Um bate-papo com... RUBENS BARRICHELLO


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.