Com Schumacher estável, assessora suspende boletins diários “ao menos enquanto não houver mudanças”

Sabine Kehm, assessora de imprensa de Michael Schumacher, afirmou que não vai mais divulgar boletins diários sobre a condição do piloto se não houver mudanças significativas na condição do germânico. Medida foi adotada para permitir que médicos trabalhem em paz

Acompanhe o noticiário completo sobre o acidente de Michael Schumacher



(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Michael Schumacher segue internado no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França, em condição estável, porém crítica. A partir de agora, entretanto, a informações sobre o estado do ex-piloto não serão divulgadas toda manhã, como acontece desde a última segunda-feira.


No último domingo, o ex-piloto sofreu uma queda enquanto esquiava na estação de Méribel, em Saboia, e, desde então, já passou por duas cirurgias para aliviar a pressão intracraniana e para a remoção de hematomas. Schumacher segue em coma induzido tentando se recuperar das sérias lesões que sofreu.
Sabine Kehm fala com os jornalistas em Grénoble (Foto: Reuters)

Na manhã desta quinta-feira (2), Sabine Kehm, assessora de imprensa de Schumacher, afirmou coletivas de imprensa sobre o estado de Michael não vão mais acontecer a menos que tenha algo “significativo” para reportar. 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Acho que os médicos explicaram muito bem qual é o plano”, disse Kehm em entrevista à TV germânica. “Então nós só faremos entrevistas coletivas quando tivermos notícias significativas dos médicos para divulgar”, continuou.

 
“Ter de falar com a imprensa toda manhã atrapalharia os médicos e nós todos queremos que eles trabalhem em paz”, avaliou Sabine. “Não vou divulgar a condição dele todo dia, ao menos enquanto a situação continuar estável e não houver mudanças, positivas ou negativas”, anunciou.
As imagens da carreira de Michael Schumacher

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube