Confira declarações dos pilotos após GP da Arábia Saudita, 21ª etapa da F1 2021

O GP da Arábia Saudita entregou caos, polêmicas e algumas ultrapassagens. No fim, mais uma vitória de Lewis Hamilton, que chega empatado com Max Verstappen na decisão do campeonato, na próxima semana, em Abu Dhabi

Verstappen diminuiu a velocidade no meio da pista e foi atingido por Hamilton em Jedá (Vídeo: Reprodução/F1TV)

O GP da Arábia Saudita, penúltima etapa da Fórmula 1 em 2021, teve fortes emoções, punições, lances polêmicos, duas bandeiras vermelhas e mais uma vitória de Lewis Hamilton. O inglês ultrapassou Max Verstappen na volta 43 e rumou para o terceiro triunfo seguido, empatando o campeonato antes da decisão, em Abu Dhabi.

Verstappen foi punido duas vezes pelos comissários, considerado culpado em dois incidentes, e ficou 21s825 atrás de Hamilton na classificação final. Valtteri Bottas ultrapassou Esteban Ocon nos metros finais e fechou o pódio em Jedá.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Lewis Hamilton travou intensa batalha com Max Verstappen na corrida (Foto: Mercedes)

Daniel Ricciardo terminou na quinta colocação, com Pierre Gasly, Charles Leclerc, Carlos Sainz, Antonio Giovinazzi e Lando Norris fechando o top-10. A prova saudita contou com cinco abandonos: Sebastian Vettel, George Russell, Sergio Pérez, Nikita Mazepin e Mick Schumacher.

O próximo fim de semana vai marcar o desfecho da temporada 2021 e vai definir o grande campeão deste incrível ano. O GP de Abu Dhabi acontece entre 10 e 12 de dezembro no circuito de Yas Marina. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Confira as declarações dos pilotos após o GP da Arábia Saudita:

Lewis Hamilton, vencedor: Hamilton vê Verstappen “fora dos limites” em Jedá e diz se sentir em um “ringue de boxe”

Max Verstappen, segundo: 2º em Jedá, Verstappen reclama de excesso de punições: “Isso não é Fórmula 1

Valtteri Bottas, terceiro: Bottas reclama de estratégia da Mercedes em Jedá: “Ficar com os pneus duros foi um erro”

Esteban Ocon, quarto: “Triste e frustrado”, Ocon lamenta perda do pódio no fim em Jedá: “Vou chorar”

Uma das três largadas do GP da Arábia Saudita, em Jedá (Foto: Alpine)

Daniel Ricciardo, quinto: Ricciardo agradece bandeiras vermelhas na Arábia Saudita e se diz “feliz com o top-5”

Pierre Gasly, sexto: Gasly celebra corrida à frente da Ferrari e marca de 100 pontos em 2021: “Bem incrível”

Charles Leclerc, sétimo: Em “dia atrapalhado”, Leclerc vê toque com Pérez como causa de 7º lugar em Jedá

Carlos Sainz, oitavo: Sainz fala em “corrida divertida”, mas lamenta desgaste dos pneus no fim em Jedá

Antonio Giovinazzi, nono: “Estou realmente feliz com a corrida de hoje, não apenas pelo resultado, mas pela performance como um todo. Fomos fortes na classificação e hoje conseguimos escapar do caos. Sempre consegui ganhos nas largadas e tinha ritmo para o top-10. No fim, os dois carros da Ferrari estavam rápidos demais para nós. Foi uma prova difícil, muito física, mas no fim fomos recompensados. Terminamos várias vezes em 11º, fora dos pontos, então esse nono lugar parece justo.”

Lando Norris, décimo: “Um dia de pouca sorte, acho que merecíamos muito mais. A equipe fez um grande trabalho e eu fiz boa corrida, mas a bandeira vermelha arruinou minha chance de um bom resultado. Foi uma longa prova, então estou decepcionado. Pelo lado positivo, pontuamos de novo, mas sinto que merecia muito mais.”

Antonio Giovinazzi conseguiu pontuar pela segunda vez na temporada (Foto: Alfa Romeo)

Lance Stroll, 11º: “Uma pena não conseguir pontos, especialmente porque chegamos muito próximos no fim, com o 11º lugar. A primeira bandeira vermelha jogou contra nós porque tínhamos parado antes, mas fomos capazes de fazer boas relargadas, seguindo os abandonos, para alcançar a décima posição. Abrimos uma boa vantagem para o [Lando] Norris, mas ultrapassar se provar mais fácil do que o esperado e nos faltava ritmo nas retas, então não consegui segurar a posição. Estava otimista com o equilíbrio do carro, mas o 11º era o máximo.”

Nicholas Latifi, 12º: “Hoje foi uma corrida dura, mentalmente e fisicamente. Tentei manter o ritmo e a temperatura dos pneus nas relargadas, mas era sempre difícil. Dei o meu máximo e fui feliz por escapar da colisão na minha frente na segunda largada. Foi uma boa corrida para aprender antes da última corrida da temporada, em Abu Dhabi, na próxima semana.”

Fernando Alonso, 13º: Alonso lamenta azar em bandeira vermelha e vê “corrida maluca” na Arábia Saudita

Yuki Tsunoda, 14º: “Foi uma noite complicada. Sofri no começo da corrida, mas acho que a relargada final foi boa e recuperei algumas posições. Infelizmente, fui no limite e tive uma colisão com o [Sebastian] Vettel. O ritmo do carro estava bom naquele momento da prova, então eu deveria ter esperado por outra oportunidade para ultrapassar. Foi um erro meu e me desculpei com ele.”

Kimi Räikkönen, 15º: “Foi uma corrida frenética, especialmente com todas as relargadas. Nosso ritmo não era tão ruim e poderíamos ter brigado por pontos, mas tive danos no contato com o [Sebastian] Vettel, foi bem difícil. Não havia muito o que fazer, estávamos emparelhados, tentei fazer a curva, mas nos tocamos. Isso arruinou minha corrida.”

Acidente envolvendo Mazepin, Pérez e Russell causou a interrupção da prova (Foto: Haas F1 Team)

Sebastian Vettel, abandonou: Vettel lamenta incidentes em Jedá e reclama de Räikkönen por batida: “Deveria ter recuado”

George Russell, abandonou: “Eu passei por uma pequena confusão na curva 3 e havia carros por todos os lados. Pisei no freio para diminuir, mas, infelizmente, fui atingido por trás, o carro decolou e nosso dia terminou. Uma pena, mas é uma pista muito estreita e veloz, um acidente era quase inevitável.”

Sergio Pérez, abandonou: “Não foi o melhor fim de semana para a equipe, perdemos pontos cruciais para o Mundial de Construtores, então vamos para a Abu Dhabi tentar reverter as coisas. Tivemos um pouco de azar com a primeira bandeira vermelha, mas escapamos bem na segunda relargada. Passei pelo [Pierre] Gasly e pelo Charles [Leclerc] e estava a caminho da curva 3, mas não havia espaço para todo mundo, então acabei batendo com o Charles. Ele tocou meu pneu traseiro. Foi um momento ruim para todo, mas apenas de azar. É uma pena porque precisávamos de muitos pontos hoje. Fiquei com o carro na pista porque pensei que conseguiria religar o momtor, mas não deu e precisei abandonar.”

Nikita Mazepin, abandonou: “Foi uma baita impacto, infelizmente. Nos beneficiamos da posição de não pararmos e estava brigando com o [Lance] Stroll na saída da curva 2. A próxima curva é pé embaixo, mas, do nada, o carro da frente [George Russell] pisou no freio. Eu também tentei, mas não tinha como parar de 200 km/h para 0 km/h, então o acertei. Olhando as imagens, tinha um carro por dentro que ele estava desviando.”

Mick Schumacher, abandonou: “Infelizmente, parece que eu estava forçando demais para entrar na zona de DRS próximo do [George] Russell, mas perdi o controle na curva 23. O ritmo parecia bom, estavamos confortáveis atrás da Williams e acho que aquilo foi inesperado. Os pontos seguem nosso objetivo, espero alcançar isso.”

Largada da corrida de domingo da F2 na Arábia: Theo Pourchaire ficou parado e foi acertado por Enzo Fittipaldi (Vìdeo: F2)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar