Hamilton vê Verstappen “fora dos limites” em Jedá e diz se sentir em um “ringue de boxe”

Lewis Hamilton reclamou da postura adotada por Max Verstappen no GP da Arábia Saudita, e disse que holandês estaria disposto a "fazer de tudo" para conseguir ultrapassar em uma corrida

F1 NA ARÁBIA: HAMILTON VENCE, VERSTAPPEN 2°: EMPATE NA DECISÃO | Briefing

As polêmicas entre Lewis Hamilton, vencedor do GP da Arábia Saudita disputado neste domingo (05), e Max Verstappen, que terminou com a segunda colocação, seguem indo muito além das 50 voltas que definiram a disputa nas pistas. O britânico voltou a criticar a postura do holandês, que novamente fez jogo duro em todas as aproximações do rival na pista, causando outro toque entre os dois. Lewis destacou que procurar evitar os toques na pista, para conseguir continuar em condições de tentar disputar outra vez.

“Ele [Verstappen] passou dos limites, com certeza”, disse Hamilton. “Eu evitei colisões em tantas ocasiões com esse cara, não sei o que se passa em sua cabeça quando ele faz isso, porque você vive para lutar outro dia, como eu fiz”, reclamou o britânico, após pelo menos duas tentativas de ultrapassagem frustradas por Max durante as 50 voltas da corrida. Em relação à batida entre os dois após a freada de Verstappen, Lewis afirmou não saber da ordem recebida pelo #33.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

MAX VERSTAPPEN; ESTEBAN OCON; LEWIS HAMILTON; GP DA ARÁBIA SAUDITA; F1; FÓRMULA 1;
Hamilton chegou a ficar espremido entre Verstappen e Ocon na segunda relargada (Foto: Dan Mullan/Getty Images/Red Bull Content Pool)

“Eu não recebi a informação”, revelou. “Então, eu não entendi o que estava acontecendo e foi muito confuso, porque ele começou a diminuir e se mover um pouco. Eu achei que ele estivesse tentando usar alguma tática maluca. Então, do nada, a mensagem surgiu. Ele pisou nos freios tão forte que eu quase bati inteiramente atrás dele. Para ele, não importa se os dois não completarem. Para mim, ambos precisam terminar e será interessante ver o que acontece”, disse.

Ainda tomado pela adrenalina após a tensa disputa realizada no Circuito de Jedá, construído em 2021 especialmente para receber a Fórmula 1, Hamilton comparou a sensação da reta final do campeonato com a de uma luta de boxe. E se disse pronto para a última rodada. “Eu estou arrepiado. Sinto como se estivesse em um ringue de boxe, e pronto para lutar”, garantiu.

O heptacampeão ainda aproveitou para novamente cutucar Verstappen, em postura diferente da adotada habitualmente pelo britânico. Hamilton afirmou que o holandês está disposto a tudo para conseguir ultrapassá-lo na pista, e ressaltou o perigo de forçar ainda mais velocidade em um carro que já tinha sua asa frontal quebrada pelo impacto do toque na traseira do carro da Red Bull.

MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON; GP DA ARÁBIA SAUDITA; F1; FÓRMULA 1;
Momento em que Hamilton acerta a traseira da Red Bull, após Verstappen desacelerar (Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Está claro que outros [Verstappen] ao nosso redor estão dispostos a fazer de tudo para ultrapassar, mas eu estava apenas tentando permanecer na pista e ficar longe de problemas, o que significa que eu teria evitado um incidente se pudesse”, defendeu-se o britânico. “Estou grato que continuei com a asa dianteira até o final e corri um risco com aquela asa para conseguir o ponto extra. Não importa o que vivenciamos como time. Apenas continuamos em frente e nunca desistindo”, ressaltou.

Por fim, Hamilton destacou o comportamento da Mercedes em um dia que elevou qualquer nervo à flor da pele na equipe. Lewis destacou, inclusive, que foi um sentimento inédito em 10 anos vestindo as cores da escuderia alemã. “Hoje, eu vi a paixão dentro da minha equipe. Eu não tinha visto isso em 10 anos, o que é impressionante”, finalizou.

Verstappen diminuiu a velocidade no meio da pista e foi atingido por Hamilton em Jedá (Vídeo: Reprodução/F1TV)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar