Hill elogia atitude de Verstappen e critica Hamilton por “comentários estranhos”

Damon Hill entende que Max Verstappen faz bem em se isolar na "própria bolha" e evitar distrações, sobretudo pela imprensa. O campeão mundial em 1996 aproveitou também para criticar o compatriota e lembrou o confronto do heptacampeão com Nico Rosberg

Verstappen assume liderança da F1 após vitória: assista aos melhores momentos do GP de Mônaco (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Em meio à acirrada disputa entre Lewis Hamilton e Max Verstappen pelo título mundial de 2021 da Fórmula 1, muitas declarações sobre a batalha e o comportamento dos postulantes à taça vêm sendo dadas nas últimas semanas por quem frequenta o paddock. Desta vez, Damon Hill, campeão mundial de Fórmula 1 em 1996, elogiou a atitude de Verstappen. Segundo o campeão mundial em 1996, o holandês segue na “própria bolha” e longe das distrações da imprensa e das declarações lançadas pelo rival. Por outro lado, o ex-piloto de Brabham, Williams, Arrows e Jordan aproveitou o ensejo para cutucar Hamilton, que considera às vezes ser bastante provocativo.

Durante entrevista ao podcast F1 Nation, Hill ressaltou a maturidade de Verstappen ao lidar com a situação.

“Definitivamente, Max [Verstappen] se mantém na própria bolha e não deixa nada distraí-lo. Eu creio que o foco dele é bom, uma vez que é muito fácil ser distraído pelos jornalistas”, disse Hill.

“Ele não está seguindo por esse caminho e tem atuado muito bem”, ressaltou o britânico, que entende que muitas vezes os pilotos no paddock são provocados a dar respostas contundentes contra seus adversários. “É um pouco chato às vezes, porque você pensa ‘ah, vamos lá, só uma brincadeira’, mas é claro que essas coisas aumentam e ficam fora de controle”, afirmou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON;
Damon Hill elogiou a atitude de Max Verstappen. Em contrapartida, criticou Lewis Hamilton (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Em meio a tantas declarações e situações que colocam um tempero a mais na rivalidade, Lewis Hamilton disse que não entraria nos chamados “jogos mentais” da Red Bull e, em resposta a Christian Horner, disse que a guerra verbal não passa de “criancice”. Porém, Hill enxerga a atitude do heptacampeão mundial de forma muito diferente e entende que, sim, Hamilton gosta de tentar desestabilizar os adversários por meio de declarações.

Hill, inclusive, fez uma viagem ao passado e relembrou da ferrenha disputa entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg, no ano de 2016, e das falas de Lewis Hamilton à época. 

“Eu acho que os pilotos são mais maduros do que pensamentos, às vezes. Lewis diz que não, mas ele faz uns comentários estranhos de vez em quando. Lembrando com Nico, que ele falava sobre como tinha vindo de uma vida pobre, que não era uma criança rica que vivia em Mônaco. A quem isso era direcionado, exatamente?”, indagou.

Durante a programação do GP de Mônaco, Hamilton cutucou Verstappen ao afirmar que o rival  “talvez Max tenha de provar algo”. Com o triunfo no Principado, onde mora, Max retrucou o heptacampeão.

Ações sempre falam mais alto do que palavras”, disparou o holandês em entrevista coletiva pouco depois da corrida em Mônaco. “Acho que é uma boa lição depois deste fim de semana. Você sabe que tem de falar na pista”, emendou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar