Hamilton rebate chefe da Red Bull sobre jogos mentais: “Guerra de palavras é criancice”

Lewis Hamilton rebateu as recentes declarações de Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, sobre criar jogos mentais para desestabilizar Max Verstappen: "Não poderia me importar menos"

Verstappen assume liderança da F1 após vitória: assista aos melhores momentos do GP de Mônaco (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Na esteira do GP de Mônaco, realizado no último domingo (23), Lewis Hamilton, agora vice-líder do Mundial de Pilotos, discorreu sobre as recentes declarações de Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, que afirmou que o heptacampeão estaria criando, sem sucesso, “jogos mentais” para desestabilizar Max Verstappen e a equipe taurina. Hamilton, deu de ombros para declarações de Horner e ainda aproveitou para cutucar o rival.

Em entrevista coletiva pós-corrida, Hamilton se mostrou frustrado pela sétima colocação e pelo fato de ter ficado atrás de Pierre Gasly, da AlphaTauri, durante toda a prova. O heptacampeão mundial simplesmente não conseguiu encontrar explicações para o desempenho aquém da equipe, mas analisou brevemente a corrida que teve no Principado.

“Eu não estou fazendo jogos mentais. É interessante o que o Christian [Horner] traz à tona, mas eu não poderia me importar menos. É apenas uma criancice quando você entra em uma guerra de palavras”, afirmou.

Lewis Hamilton fechou o fim de semana sem ter explicações para o desempenho ruim da Mercedes em Mônaco (Foto: Mercedes)

“Não temos uma explicação sobre o motivo de estarmos nessa posição aqui. Existem algumas coisas que precisamos tentar entender. Realmente não tive desgaste dos pneus hoje, apenas fiquei atrás de todo mundo no segundo stint. Você não consegue ultrapassar aqui, então era inútil ter colado no Pierre Gasly, por isso eu deixei uma distância para ele”, disse.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Após o sétimo lugar em Mônaco e o abandono de Valtteri Bottas, por conta de problemas no pit-stop, o cenário para a Mercedes foi de terra arrasada. Pela primeira vez na era dos motores híbridos, a Red Bull tomou a ponta do Campeonato de Construtores da Fórmula 1, desbancando a equipe anglo-alemã.

Já no Mundial de Pilotos, Hamilton, que chegou a quinta etapa do campeonato com 14 pontos de vantagem na disputa contra Max Verstappen, deixou as ruas de Monte Carlo na vice-liderança com 101 tentos, 4 a menos que o holandês, novo líder do certame.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar