Ricciardo busca “melhorar consistentemente” para igualar Tsunoda: “Está me frustrando”

Daniel Ricciardo agradeceu o apoio recebido pela RB, mas admitiu que está ficando frustrado por frequentemente terminar atrás de Yuki Tsunoda nas corridas

Daniel Ricciardo até agradeceu os elogios feitos por Peter Bayer, CEO da RB (Visa Cash App RB), que declarou estar satisfeito com a dupla de pilotos do time de Faenza, mas deixou claro que ainda está incomodado com a própria performance na Fórmula 1 em 2024. Desta forma, o australiano não quer pensar em conversar sobre renovação de contrato para a próxima temporada, já que o objetivo é ser mais “consistente” e, assim, se aproximar do ritmo apresentado por Yuki Tsunoda.

Em Mônaco, no último domingo (26), o japonês terminou mais uma vez à frente de seu companheiro de equipe, cruzando a linha de chegada na oitava posição. Ricciardo, por sua vez, recebeu a bandeirada final apenas em 12º, mesma posição em que largou, embora tenha sido superado pelas duas Aston Martin na segunda largada. Na classificação do Mundial de Construtores, a RB agora soma 24 pontos, sendo que 19 deles foram conquistados por Tsunoda, que vem apresentando um ritmo superior ao do #3, que, por sua vez, pontuou apenas na corrida sprint do GP de Miami.

Ainda que o próprio CEO da esquadra italiana tenha afirmado que está “muito feliz” com a sua dupla atual, descartando uma possível chegada de Liam Lawson ao time, Ricciardo sabe que precisa melhorar. “Vou ser sincero, realmente não tenho pensado muito nas negociações [sobre o contrato]. É ótimo ouvir os elogios [de Bayer] e, sim, seria incrível [continuar em 2025], mas quero melhorar de forma consistente”, disse Daniel.

“Há essa diferença [para Tsunoda], então talvez encontremos algo que explique por que tenho perdido um pouco aqui ou ali. Provavelmente, sempre haverá algo. Estamos na F1 e nunca seremos perfeitos”, continuou. “Não estou feliz com essas diferenças. Acho que é isso que está me frustrando um pouco”, admitiu Ricciardo.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Ricciardo conta com o apoio da RB para reverter situação na F1 (Foto: Red Bull Content Pool)

“Claro, a equipe tem sido ótima e tem me apoiado muito, pois eles sabem do que sou capaz. Mas tem sido um pouco mais difícil este ano ser consistente semana após semana, e é aí que meu foco está agora, em vez de ficar muito confortável ou animado com o que o futuro reserva. Quero fazer melhor, independentemente se o problema seja o carro ou eu”, destacou o piloto de 34 anos.

Embora não tenha conseguido avançar ao Q3 durante a classificação nas estreitas ruas de Monte Carlo, Ricciardo comemorou o fato de ter se sentido bem ao volante da VCARB 01, diferentemente do que aconteceu há dois anos — última vez que havia disputado o GP de Mônaco —, quando ainda vestia as cores da McLaren.

“Definitivamente me senti bem na classificação. Obviamente, há dois anos, sofri muito com a McLaren. Desta vez foi muito melhor, mas a realidade é que o resultado não foi muito diferente. Quero analisar bem o que estou fazendo e ver onde estou perdendo, e então veremos o que o carro pode entregar para me ajudar”, sublinhou.

“É frustrante porque sei que posso ser melhor, mas não está acontecendo com frequência suficiente e é aí que fico frustrado, tentando entender os motivos de não conseguir ser, consistentemente, um candidato ao Q3”, finalizou Ricciardo.

Fórmula 1 retorna de 7 a 9 de junho com o GP do Canadá, nona etapa da temporada 2024.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.