De cabeça quente, Albon diz que “decisão de bater ou não” era de Hamilton

Alexander Albon perdeu novamente a chance de ir ao primeiro pódio na Fórmula 1 após batida com Lewis Hamilton na Áustria. E deixou evidente que acredita que a culpa foi do hexacampeão

Entre as muitas coisas que podem ser ditas do GP da Áustria deste domingo (5), prova responsável por abrir a temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1, não está que a corrida foi parada. De maneira alguma. Com nove abandonos, um toque em especial marcou a prova: aquele entre Lewis Hamilton e Alex Albon quando brigavam pelo segundo lugar. O tailandês levou a pior e saiu bravo.

O toque aconteceu após a terceira relargada do dia, com 11 voltas por fazer. Albon, de pneus macios novos, atacou Hamilton, que tinha pneus duros já gastos. O piloto da Red Bull contornou a curva por fora, mergulhando contra o #44. Hamilton espalhou um pouco, defendeu e os dois bateram. Albon saiu da pista e caiu para o último lugar.

Hamilton deu sorte, escapou de sofrer um furo de pneu, mas foi punido com acréscimo de 5s ao tempo final da prova. Cruzou a bandeira quadriculada em segundo, mas terminou em quarto.

Na saída do carro, Albon deixou claro que tentava se conter para não dar resposta explosiva.

“Sim! Acabou de acontecer, ainda está muito fresco, então preciso tomar cuidado com o que vou dizer. Tínhamos a chance de ganhar a corrida hoje. A Mercedes tinha o melhor ritmo em condições normais”, disse.

“Eu estava confiante, e o carro era bom. No Brasil, [a manobra] foi era 50-50%, [mas hoje] eu passei e já estava focado em Bottas. E, aí, uma batida tardia. Dei todo o espaço que podia, eu estava no limite da pista. A decisão de bater ou não era dele”, finalizou.

A lembrança de Albon é do GP do Brasil, onde também lutavam pelo segundo lugar e bateram. Assim como nesta ocasião, Hamilton acabou punido – e, daquela vez, assumiu a responsabilidade pela colisão. Desta feita, o inglês, assim como o tailandês, não crê ter sido o responsável.

A Fórmula 1 retorna no próximo fim de semana, na mesma pista, mas com outro nome: GP da Estíria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube