De pré-temporada difícil a melhor ano da carreira: Hamilton analisa 2019

A temporada de Lewis Hamilton começou com um carro complicado de pilotar, mas terminou como o melhor ano da carreira do piloto segundo ele mesmo. Foram 11 vitórias e 413 pontos, que renderam o sexto título mundial

11 vitórias, 413 pontos e o sexto título mundial. Foi a melhor temporada da carreira de Lewis Hamilton? O piloto acredita que sim. Na última sexta-feira (5), o inglês da Mercedes esteve em Paris na festa de premiação da FIA, e falou sobre as dificuldades que passou no início de 2019 para ter o melhor ano da história.
 
Na visão de Hamilton, o carro na pré-temporada era muito complicado de pilotar. A situação apenas melhorou no último dia em Barcelona, mas o segundo lugar na Austrália deu a confiança que o piloto precisava para entender que estava no caminho certo.
 
"Quando começamos esta temporada, nosso carro era muito complicado de pilotar. Não parecia bom nos testes, não conseguimos acertar, e não foi até o último dia que conseguimos um bom trabalho. Depois fomos para a primeira corrida e já registramos alguns bons resultados", disse em entrevista ao site ‘Motorsport.com’.
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
Hamilton é recordista de poles da F1. Porém, foram apenas cinco neste ano. Ele citou as dificuldades que teve nos treinos classificatórios, mas sempre se colocou em posições boas para ganhar corridas. Na categoria desde 2007, ele crê que foi o seu melhor ano.
 
"Foi um bom ano, o melhor da minha carreira. Eu acho que a temporada como um todo foi forte até a última corrida. Não fomos bem em classificação, mas eu estava alinhando na primeira fila, no top-3 com certa frequência, dividindo as Ferraris quando do nada eles tinham mais força que todo mundo", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube