Dennis exalta “trabalhador e talentoso” Alonso e prevê: “Ele terá grandes anos com a McLaren-Honda”

Presidente do Grupo McLaren, Ron Dennis disse que Fernando Alonso sabia que estava entrando para uma equipe em transição e em processo de aprendizado. O britânico reforçou que o piloto vai continuar na equipe em 2016, descartando qualquer possibilidade de ano sabático na F1, e ainda rasgou seda para o espanhol: “Ele é um dos pilotos mais completos de sempre”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A relação entre Ron Dennis e Fernando Alonso é antiga e tem um histórico de rusgas e polêmicas, sobretudo pela guerra nos bastidores que envolveu também o então novato Lewis Hamilton em 2007. Mas oito anos depois, o dirigente britânico conta com o bicampeão do mundo para recolocar a McLaren de volta ao topo da F1 e, mesmo depois de um 2015 de muitas dificuldades na reedição do casamento com a Honda, Dennis aposta que Alonso viverá grandes momentos com a McLaren. 
 
Contratado a peso de ouro no começo da temporada para liderar o projeto da equipe inglesa nesta nova parceria com a Honda, Alonso conseguiu como melhor resultado um quinto lugar no GP da Hungria nesta última temporada, mas Dennis diz que seu piloto sabia que estava entrando para uma equipe em transição. Por isso, descartou qualquer possibilidade de ano sabático e deixou claro que o espanhol vai cumprir os dois anos que restam do milionário contrato com a McLaren na F1.
Ron Dennis não poupou elogios a Alonso e garantiu que o espanhol fica na McLaren (Foto: AP)
Em entrevista ao site oficial da F1, Dennis rasgou elogios ao espanhol. “Fernando é um trabalhador e ele é talentoso, não tenho dúvidas disso. Ele amadureceu uma enormidade desde a última vez em que ele guiou para nós, há oito anos, e ele agora é um dos pilotos mais completos de sempre, de modo que é um privilégio trabalhar com ele”, disse.
 
“Ele tem o que eu muitas vezes me refiro como os quatro ‘Es’ que todos os pilotos deveriam buscar cultivar: energia, entusiasmo, expertise e experiência”, acrescentou.
 
Ao ser questionado sobre uma eventual saída de Alonso, Dennis foi taxativo. “O contrato de Fernando é de três anos de duração, sem cláusulas de performance nem nada. Ele sempre soube que 2015 seria um ano de aprendizado. Ele sabe tão bem que, em conjunto com a Honda, nós vamos fazer grandes evoluções. Então ele se uniu a nós ciente disso.”
 
No fim das contas, o que o chefão da McLaren espera é que todas as dificuldades vividas em 2015 fiquem no passado. “Juntos com os conhecimentos e a experiência que ele cultivou durante os últimos 15 anos correndo na F1, ele ainda se mantém com energia e entusiasmo. Ele já teve anos bem melhores do que o de 2015, mas ele sabe que terá grandes anos pela frente, com a McLaren Honda”, finalizou.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

PADDOCK GP EDIÇÃO #11: ASSISTA JÁ

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube