Depois de estreia “fantástica” na Austrália, Giovinazzi volta à Sauber e já traça meta de marcar pontos em Xangai

Antonio Giovinazzi definiu como fantástico o fim de semana de estreia na F1, há pouco menos de duas semanas, na corrida da Austrália. O italiano substituiu Pascal Wehrlein na Sauber em Melbourne e vai novamente assumir o carro do alemão no GP da China. Agora, porém, o piloto de 23 anos busca alcançar a zona de pontuação em Xangai

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Reserva da Ferrari e agora alçado temporariamente ao posto de titular da Sauber, Antonio Giovinazzi disse uma vez mais que realizou um sonho de infância ao estrear na F1, há pouco menos de duas semanas, na Austrália, quando foi chamado às pressas pela equipe suíça para substituir Pascal Wehrlein. Como o alemão segue no processo de recuperação das lesões adquiridas em um acidente durante a Corrida dos Campeões, em janeiro deste ano, o jovem italiano novamente vai assumir o volante do C36, agora no GP da China, neste fim de semana,

 
"A estreia foi um sonho que se tornou realidade. Desde criança, eu sonho em chegar à F1, e isso finalmente aconteceu. Foi uma experiência fantástica. Foi um fim de semana incrível, e aproveitei tudo, o terceiro treino, a classificação, a corrida. E acho que estou pronto", disse o piloto de 23 anos, durante entrevista aos jornalistas, em Xangai, nesta quinta-feira (6).
 
Antonio largou da 16ª posição no Albert Park e fechou com a corrida em 12º. Agora, o vice-campeão da GP2 em 2016 quer mais. E acha que a meta é alcançar a zona de pontos. "Desta vez, vai ser diferente, vou começar desde a primeira sessão, então acho que tudo será muito mais fácil", afirmou.
Antonio Giovinazzi (Foto: Sauber F1 Team)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
"O resultado que tivemos em Melbourne foi muito bom e acho que, para melhorar, temos de marcar pontos. Será difícil, mas vou dar o meu melhor", completou o piloto de Martina Franca, que admitiu que optou por uma abordagem mais conservadora no Albert Park.

 
"Eu diria que meu estilo de pilotagem é mais calmo. Meu ponto forte na GP2 sempre foi a corrida, o lance de poupar pneus. Em Melbourne, eu não tinha nada experiência, então talvez tenha sido lento demais no começo da corrida, mas, agora, certamente quero melhorar."
 
"Disputar o TL1 e o TL2, será ótima para ter uma ideia de tudo, especialmente sobre o desempenho dos pneus", acrescentou.
 
Por fim, Giovinazzi também deixou claro que o objetivo dele e da Sauber é encarar o ano "corrida a corrida", ainda que não saiba se vai voltar ao carro após a etapa chinesa. "Eu recebi uma ligação na terça-feira e estou aqui para correr pela Sauber. Na semana que vem, eu vou voltar ao meu trabalho com a Ferrari. Depois disso, temos de esperar", encerrou o jovem.  
 

O GP da China, o segundo do campeonato, acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades em Xangai AO VIVO e em TEMPO REAL.

 

PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube