Desapontado com abandono de Hamilton, chefe da McLaren não joga toalha: “Vamos continuar lutando”

Lewis Hamilton liderava o GP de Cingapura, mas acabou abandonando a prova ao ter um problema no câmbio. Mesmo 52 pontos atrás de Fernando Alonso, Martin Whitmarsh crê que é possível conquistar o título, mas afirma que o piloto não pode abandonar nenhuma prova até o final

Com um problema no câmbio, Lewis Hamilton abandonou o GP de Cingapura quando liderava tranquilamente e caminhava para conquistar mais uma vitória na temporada. Sem completar a prova, o inglês viu Sebastian Vettel vencer e Fernando Alonso conquistar mais um pódio. Com isso, ele estacionou nos 142 pontos e caiu para a quarta colocação do campeonato, 52 pontos atrás do piloto da Ferrari.

Para Martin Whitmarsh, chefe de equipe, a McLaren não pode enfrentar problemas de confiabilidade nas provas finais da temporada se quiser continuar disputando os títulos de pilotos e construtores.

"Nós temos um carro rápido, mas eu prefiro não abandonar mais no resto da temporada. Isso seria um bom caminho para seguir no campeonato”, explicou o dirigente. "Nós temos que ter certeza de que Lewis vai completar seis provas sem problemas e, se ele puder fazer isso e com o ritmo atual do carro, então o título é possível”, continuou.

Whitmarsh confia que Hamilton ainda está na luta pelo título (Foto: McLaren)

O abandono em Cingapura veio no grande momento da McLaren no campeonato, quando a equipe vinha de três vitórias seguidas, sendo duas com Hamilton, e a diferença para Alonso estava diminuindo cada vez mais. Sabendo que o piloto ficou muito desapontado com o abandono, Whitmarsh diz que ele vai continuar focado na disputa do título.

"Lewis é muito forte e tem apoiado a equipe. Estamos, obviamente, desapontados, mas ele está em uma posição muito forte [para disputar o título]”, contou. "Nós temos seis provas para o fim e existem 150 pontos disponíveis, por isso, se ganharmos esses 150 pontos, então, podemos continuar na disputa”.

"Nós temos que olhar para frente. Estamos desapontados com o resultado aqui [em Cingapura], mas nós não estamos desistindo e nem ele. Vamos continuar lutando”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube