F1

Diferente da Austrália, Verstappen mostra felicidade e classifica sexto lugar no GP do Bahrein como “grande feito”

Max Verstappen saíra do carro cuspindo fogo ao fim do GP da Austrália há duas semanas, mas neste domingo (3), ao fim da corrida em Sakhir, estava piano. O sexto lugar com um ritmo num lugar onde a Toro Rosso não costumava ter o animou

Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro

Feliz da vida, Max Verstappen nem parecia a mesma pessoa que saiu do carro cuspindo marimbondos há duas semanas no GP da Austrália. No GP do Bahrein deste domingo (3), o holandês estava calmo. Gostou da corrida que fez, então terminou o dia tranquilo e favorável com o sexto lugar em Sakhir.
 
Verstappen andou bem e desta vez nem se encontrou com Carlos Sainz Jr durante a prova por uma nova chance de jogar mais lenha na fogueira da Toro Rosso - o companheiro abandonou longe da quadriculada. O motor Ferrari fez com que o time italiano gritasse alto numa pista em que não faria nos últimos dois anos.
Max Verstappen no Bahrein (Foto: Getty Images)
Na saída do carro, em entrevista à rede de TV inglesa Sky Sports, Verstappen mostrou estar contente de fato com a corrida e que a classificação é a bola de vez para que a equipe de Faenza lute por pódios.
 
"É um grande feito. Especialmente numa pista que normalmente não é tão boa para nós. Terminar em sexto, especialmente da forma como foi é realmente positivo. A nossa classificação ainda pode melhorar, mas na corrida nos estávamos bem. Vamos continuar empurrando", disse.
 
Verstappen tem a oitava colocação no campeonato com nove pontos anotados nas duas primeiras provas. A F1 volta direto de Xangai, na China, com o GP local em 17 de abril - daqui duas semanas.
 
VEJA A EDIÇÃO #22 DO PADDOCK GP, COM PRÉVIAS DA F1, MOTOGP, INDY E F-E