Diretor da Force India comemora trabalho avançado e revela que novo carro passou pelo crash-test da FIA

Quarta força da F1 em 2016, a Force India abriu o novo ano cheia de motivação para continuar avançando ainda mais seu patamar no esporte. Pela primeira vez, a equipe de Silverstone construiu o próprio monocoque. O novo chassi foi submetido com êxito ao teste de impacto realizado pela FIA. A apresentação do novo carro está marcada para 22 de fevereiro

 

Com nova dupla de pilotos, estabilizada financeiramente e em franca evolução na F1 depois de garantir o melhor resultado da sua história ao terminar o Mundial de Construtores de 2016 em quarto lugar, a Force India abre uma nova era em 2017. Os trabalhos com o novo VJM10 estão bastante adiantados. O novo carro foi submetido com êxito ao teste de impacto obrigatório realizado pela FIA, passando logo pela primeira vez, sem a necessidade de alterações para avançar ao crash-test. Assim, os trabalhos vão se encaminhando com bom ritmo antes da apresentação oficial, marcada para 22 de fevereiro, cinco dias antes do início da pré-temporada em Barcelona.

 
Em 2017, a Force India vai contar com o já experiente Sergio Pérez, que terá ao seu lado não mais Nico Hülkenberg, que partiu para uma nova aventura na F1 correndo pela Renault, mas a jovem revelação francesa Esteban Ocon, que chegou ao time de Silverstone com a bênção da Mercedes, parceira fornecedora de motores.
 
Em entrevista à revista norte-americana ‘Racer’, Otmar Szafnauer, diretor de operações da Force India, comemorou o bom trabalho que a equipe de Silverstone tem feito nos preparativos visando a temporada 2017.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

A Force India trabalha com afinco no sucessor do VJM09 para 2017 (Foto: Force India)
“Estamos bem com a fabricação do novo carro. Passamos em todos os testes da FIA, o que é muito bom. Passamos de primeira. Superamos todos os crash-test, e isso é incrível, já que tudo é novo”, salientou o dirigente, citando o fato de que o novo carro será completamente diferente do VJM09 em razão da adoção do novo regulamento técnico, que vai entrar em vigor a partir desta temporada.
 
“Pela primeira vez nós laminamos e fabricamos o monocoque dentro da empresa, e tudo correu muito bem. Também fizeram uma série de testes no chassi e também avançamos. Até então, nós sempre comprávamos o monocoque”, revelou o engenheiro da Force India, destacando que neste momento há uma maior independência da Force India quanto ao desenvolvimento, e isso permite a realização de trabalhos com mais rapidez e eficiência, sem recorrer a outras instalações.
 
“Agora nós temos o controle e podemos reduzir os tempos de fabricação para dispor de algo a mais de margem para design e desenvolvimento. Isso deve ajudar muito na performance do carro”, finalizou Szafnauer.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube