Diretor diz que McLaren segue no trabalho para melhorar atual chassi e deixa decisão sobre carro de 2017 para depois das férias

Diretor de engenharia da McLaren, Matt Morris se mostrou satisfeito com o progresso feito pela equipe desde o ano passado e afirmou que o time segue trabalhando para melhorar o atual chassi. No momento, a esquadra inglesa ocupa a sétima colocação no Mundial de Construtores

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ainda que a F1 esteja em férias, o ritmo de trabalho na McLaren não parou. Os engenheiros da equipe inglesa seguem no desenvolvimento do MP4-31. De acordo com o diretor de engenharia Matt Morris, a esquadra de Fernando Alonso e Jenson Button vai continuar focada em melhorar o chassi e promover evoluções até o fim da temporada 2016.

 
Morris ainda disse que o time só vai decidir o quanto investir no modelo de 2017 após as férias. "Temos alguns pontos a melhorar ainda nesta temporada, assim que temos a esperança de progredir ainda mais e, depois da pausa das férias, vamos decidir o quanto de recurso vamos continuar investindo neste carro e o quanto será destinado ao modelo do próximo ano", afirmou Morris.
McLaren segue trabalhando para melhorar chassi atual, diz engenheiro (Foto: McLaren)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
O engenheiro ainda fez uma avaliação positiva da evolução no desempenho dos motores da Honda em 2016. "Nos últimos 18 meses, em termos de desempenho, nós conseguimos gradualmente bater nossos rivais. Nas últimas corridas, estamos sempre entre os candidatos ao Q3 da classificação e também aos pontos, o que nos deu mais atenção", explicou.

 
"Nas fábricas, tanto em Woking quanto em Sakura, o trabalho segue e lado a lado, e isso se traduz nos resultados que temos agora", acrescentou o inglês.
 
No momento, a McLaren Honda ocupa a sétima colocação no Mundial de Construtores e soma 42 pontos, apenas três a menos que a Toro Rosso.
PADDOCK GP #41 ABORDA F1, MOTOGP, OLIMPÍADA E MORTE DE CLAUSON

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube