Ocon celebra boa forma da Alpine em Zandvoort, mas Alonso prevê “desafios”

Esteban Ocon e Fernando Alonso largam respectivamente em oitavo e nono na Holanda. A dupla da Alpine concorda que o resultado foi próximo da perfeição, criando otimismo

Nicholas Latifi bateu forte no fim do Q2 (Vídeo: Reprodução/TV)

Em um sábado (4) de dificuldades para uma série de pilotos em Zandvoort, Esteban Ocon e Fernando Alonso fizeram o dever de casa. A dupla da Alpine evitou sustos e terminou em oitavo e nono no grid de largada. Os companheiros se animam com a corrida, apesar de manter os pés no chão.

“Foi fantástico”, disse Ocon. “Acho que tiramos o máximo do carro hoje. Está muito apertado entre eu e o Fernando, o que mostra que ainda precisamos melhorar o carro para classificar melhor. Claro que podemos ganhar posições na corrida, ver onde dá para atacar. Ter os dois carros [no Q3] é importante porque alguns dos nossos rivais não conseguiram. Precisamos transformar isso em pontos”, seguiu.

As duas grandes rivais da Alpine no Mundial de Construtores tiveram dias mais difíceis. A Aston Martin não foi além do 12° lugar com Lance Stroll, enquanto a AlphaTauri, mesmo tendo Pierre Gasly em um excelente quarto lugar, vê Yuki Tsunoda apenas em 15°.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

FERNANDO ALONSO; ALPINE; FÓRMULA 1; TREINO LIVRE 3; GP DA HOLANDA;
Fernando Alonso reiterou a grande performance da Alpine na Holanda (Foto: Alpine)

Alonso concordou com Ocon, apontando que o dia da Alpine foi bom. Só que o espanhol, consciente da dificuldade de ultrapassar em Zandvoort, ressalta a necessidade de evitar erros ao máximo para seguir dentro da zona de pontos.

“Foi um dia divertido. Pilotar com esses carros em uma pista dessas é um negócio incrível. Você sente a velocidade, você sente o banking… Amanhã vai ser diferente, com carros pesados e menos chances de ultrapassar. Vai ser uma corrida como Mônaco ou Budapeste, em que você consolida a posição na primeira volta e tenta não errar. Vai ser um desafio. A corrida é longa e você precisa estar muito concentrado. Não dá para errar porque tem brita. Vai ser legal”, ponderou.

A pole é de Max Verstappen, que derrotou Lewis Hamilton por 0s038. Em caso de vitória, o holandês vira líder do Mundial de Pilotos, já que o britânico tem apenas 3 pontos de vantagem na luta titânica.

Assista já ao BRIEFING, programa ao vivo no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube, que disseca tudo sobre a classificação do GP da Holanda.

Fórmula 1 acelera neste domingo, às 10h (de Brasília, GMT-3), para a largada do GP da Holanda. Uma hora antes, o GRANDE PRÊMIO apresenta o BRIEFING pré-corrida com a prévia da etapa em Zandvoort e as últimas informações antes da largada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar