F1

Ex-companheiro, Webber enxerga Vettel pronto para “dor de cabeça” que vai ter com Leclerc

Parceiro nos tempos de Red Bull, Mark Webber crê que Sebastian Vettel vai sofrer com Charles Leclerc — porém mais nas classificações que nas corridas, e vê o alemão pronto para suportar a pressão

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Boa parte dos analistas de F1 consideram que Charles Leclerc não só vai colocar pressão, mas que tem chances de bater Sebastian Vettel em seu primeiro ano de Ferrari. Mas Mark Webber, ex-companheiro do alemão entre 2010 e 2013 (anos dos títulos de Vettel), vai por outra linha.

Em entrevista à revista alemã 'Speeed Week', o australiano comentou que crê que Leclerc consiga até chegar perto de Vettel em classificações, mas que, no geral, o tetracampeão vai seguir à frente.

"É uma grande oportunidade para Leclerc em uma equipe grande, mas primeiro tem que ter experiência. Pode ser uma dor de cabeça para Seb, principalmente nas classificações, mas acredito que ele está pronto para isso", disse Webber.
Sebastian Vettel (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Isso não impediu que o ex-piloto elogiasse fortemente o monegasco: "Pessoalmente, gosto muito de Leclerc. É bom para o esporte, é inteligente, rápido e diria que até elegante. E também um lutador nato".

Independentemente do resultado ao final do ano, Webber analisa que a Ferrari, de qualquer maneira, "precisava mudar algo" para tentar brigar com a Mercedes. Assim, o australiano entende que a troca de Kimi Räikkönen por Leclerc é bastante acertada.

"Por tudo que ocorreu em 2018, a Ferrari precisa de mudanças. Havia muita pressão e agora há uma nova oportunidade para Seb", completou Webber.