F1

F1 aprova novo asfalto de Silverstone, mas diz que “MotoGP vai ficar brava”

O autódromo de Silverstone sofreu uma recapeação após diversas críticas em 2018. Neste final de semana, a Fórmula 1 mostrou ter aprovado o novo asfalto, mas reconheceu que existem pontos que não vão agradar os competidores da MotoGP

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Os pilotos da Fórmula 1 aprovaram o novo recapeamento de Silverstone, apesar de admitirem que ainda existem pontos com ondulações. Mas apesar disso, esperam tempos ainda mais rápidos do que no ano passado.
 
Na última temporada, o circuito já havia substituído toda a superfície do traçado. Entretanto, teve de ouvir diversas críticas tanto dos competidores da F1 quanto da MotoGP – que, inclusive, teve uma etapa cancelada já que o material não foi capaz de absorver a água da chuva no domingo de corrida.
 
Com isso, a administração do autódromo decidiu fazer uma nova reforma no local apenas um ano após a anterior. Com isso, disse ter investido um valor de ‘sete dígitos’ para poder deixar as coisas melhores.
 
E com a F1 desembarcando em Silverstone no final de semana, o asfalto parece ter agradado, apesar de ainda ter pontos com ondulações. “O novo asfalto é bastante bom. Ainda ondulado em algumas áreas, mas é bom, para nós está ótimo. Acho que os caras da MotoGP vão ficar bem bravos com a curva 6, está bastante ruim”, falou Daniel Ricciardo.
Silverstone (Foto: Renault)
“Mas o resto está bom e oferece bastante aderência. Inicialmente, nesta manhã, estava escorregadio. Mas acho que depois que nos livramos daquela superfície oleosa ficou melhor”, completou o australiano.
 
Mas Verstappen disse que as ondulações na Brooklands são “muito ruins, diria que pior do que no ano passado. Ir para a Copse, curva 9, também é bem ruim. Essas são as mais complicadas. No geral, o asfalto está bom, tem mais aderência. Mas novamente, está bastante ondulado em alguns lugares”.
 
Por fim, Pierre Gasly disse esperar tempos ainda mais velozes que os de 2018. “Pensamos que estaria bastante escorregadio, mas no final do primeiro treino já estávamos mais rápidos do que no ano passado”, apontou.
 
“Então é interessante. Não tenho certeza se a pista vai melhorar ainda mais amanhã, mas provavelmente estaremos mais rápidos do que no ano passado”, encerrou.
 

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.