F1 confirma programação para GP da Emília-Romanha com único treino livre de 90 minutos

Ímola está de volta ao calendário da Fórmula 1 em 2020 e vai ser palco de um experimento por parte da categoria, que vai ter um cronograma de somente dois dias: sábado e domingo, 31 de outubro e 1º de novembro

A Fórmula 1 anunciou, nesta terça-feira (4), a programação diferente que vai adotar para o fim de semana do GP da Emília-Romanha, prova que vai marcar o retorno de Ímola ao calendário da categoria depois de 14 anos, entre 31 de outubro e 1º de novembro. O evento foi adicionado ao cronograma revisado do Mundial em razão da série de mudanças por conta da pandemia do novo coronavírus.

Na ocasião da confirmação das corridas em Ímola, Portimão, em Portugal, e Nürburgring, palco do GP de Eifel, a F1 também informou que a terceira disputa do ano em solo italiano seria com uma programação condensada, de somente dois dias.

F1; FÓRMULA 1; F1 2020; ÍMOLA; GP DA EMÍLIA-ROMANHA;
Ímola vai voltar a receber a F1 após 14 anos (Foto: F1/Twitter)

Nesta manhã, a categoria detalhou os horários e também a duração do único treino livre programado para a etapa. Diferente do padrão da Fórmula 1, de duas sessões de 90 minutos na sexta-feira e uma no sábado, com uma hora de duração, o GP da Emília-Romanha vai ter somente um treino livre. Os pilotos vão ter somente 90 minutos para aprender o circuito e buscar a melhor configuração dos respectivos carros antes da sessão classificatória.

De todos os pilotos em atividade na Fórmula 1, apenas um deles, Kimi Räikkönen, disputou um GP de Fórmula 1 em Ímola. A pista, contudo, passou por modificações no seu traçado e também por reformas estruturais nos últimos anos.

O único treino livre para o GP da Emília-Romanha está marcado para ter início às 10h, horário local (5h de Brasília). Já a sessão classificatória vai acontecer duas horas e meia depois do fim da atividade matinal. A definição do grid de largada em Ímola tem previsão de começar às 14h locais (9h de Brasília). Já a largada da corrida será às 13h10 (8h10 de Brasília).

Ímola vai ser o terceiro circuito italiano a receber a Fórmula 1 em 2020. Em 6 de setembro, Monza será o palco de uma das mais importantes e tradicionais etapas do calendário, o GP da Itália, neste ano sem a presença dos tifosi em razão da pandemia do novo coronavírus. Uma semana depois, Mugello, casa da Ferrari, vai realizar a prova que vai marcar o 1000º GP da história da equipe de Maranello, o GP da Toscana.

A etapa de Ímola, o GP da Emília-Romanha, vai ser disputada semanas depois do GP de Eifel, em Nürburgring, marcada para 11 de outubro. A Fórmula 1 espera concluir o calendário revisado com corridas no Oriente Médio, Bahrein e Abu Dhabi, até meados de dezembro e planeja anunciar o complemento da programação em breve.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube