F1 desmonta estruturas em Suzuka para evitar danos durante tufão Hagibis

Pódio retirado, portas reforçadas, equipamentos tirados do chão. A comunidade da Fórmula 1 se prepara para o pior poucas horas antes da chegada do supertufão Hagibis a Suzuka. Todas as atividades de sábado foram canceladas ou adiadas

Tão logo terminou o segundo treino livre em Suzuka, última atividade de pista desta sexta-feira (11), começou uma corrida diferente no paddock da Fórmula 1. Com a chegada iminente do supertufão Hagibis e o já confirmado cancelamento de todas as atividades de sábado, tanto equipes quanto a categoria em si começaram a desmontar estruturas e tomar medidas preventivas para evitar danos.
 
A correria foi vista em diversas áreas de Suzuka. Nos boxes, equipes como a Mercedes tiraram equipamento do chão, temendo vazamento de água nas garagens. Material que normalmente ficaria na mureta dos boxes também foi recolhido, assim como móveis do hospitality – área dedicada a membros das equipes, assim como convidados. De quebra, portas e janelas de diversas estruturas do autódromo foram reforçadas com placas de madeira.
 
Da parte da F1, a maior preocupação é com a estrutura do pódio – existem apenas duas delas, e o plano é usar a atual no GP seguinte, no México. Desse jeito, tudo foi recolhido para uma área de segurança. Outros equipamentos, como o sistema de luzes de largada e câmeras, também foram retirados.
Medidas preventivas, como sacos de areia, foram usadas em Suzuka (Foto: Reprodução/Twitter)

O plano da organização da prova é que ninguém esteja em Suzuka durante a passagem do tufão. Além do cancelamento de todas as atividades, o autódromo será fechado. Dessa forma, uma das maiores preocupações do ponto de vista da segurança – o bem-estar do público – fica sob controle.

 
As medidas, entretanto, asseguram que o domingo será frenético. Em um dia que ainda deve ser chuvoso por conta do Hagibis, toda a estrutura precisará ser remontada, tanto da parte da categoria quanto das equipes. De quebra, existe o plano de realizar o treino classificatório na manhã, poucas horas antes da prova.
 
Ainda, ficou determinado que o TL2 serve como referência para o grid de largada, caso não haja classificação. Dessa forma, o pole-position ‘provisório’ é Valtteri Bottas.
O pódio da Fórmula 1 foi desmontado para evitar danos (Foto: Reprodução/Twitter)
Paddockast #36
O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Estruturas do paddock foram desmontadas em Suzuka (Foto: Reprodução/Twitter) 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube