Por “fãs menos felizes”, F1 rejeita adotar corrida sprint para todas etapas de 2022

Stefano Domenicali, presidente e CEO da Fórmula 1, descarta ter corridas de classificação em todos os GPs de 2022. Isso porque o formato não agradou grande parte dos fãs

OS PONTOS FRACOS E FORTES DE MERCEDES E RED BULL NA RETA FINAL DE 2022

Embora a quantidade ainda não tenha sido confirmada, espera-se que as corridas sprint, implantadas nesta temporada pela primeira vez na história da Fórmula 1, sejam adotadas mais vezes ao longo do extenso calendário de 23 etapas na temporada de 2022. No entanto, mesmo que mais GPs tenham de recebê-las, isso não quer dizer que todas as etapas vão, necessariamente, adotar o novo formato. Pelo menos, é o que afirmou o presidente e CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali.

“Não estamos pensando em usar este formato em todos os GPs. Acreditamos que podemos criar um número fixo, que creio que seja em torno de seis corridas em um futuro próximo. São mudanças que estamos pensando sobre, junto com as equipes, para melhorar a qualidade dos eventos”, disse Domenicali, em entrevista ao site americano Motorsport.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

VALTTERI BOTTAS; LARGADA; CORRIDA SPRINT; ITÁLIA;
Novidade em 2021, corridas sprint vão acontecer mais vezes em 2022 (Foto: Fórmula 1/Reprodução)

Em pesquisa global, a organização da categoria recebeu 167.302 respostas de fãs espalhados por 187 países. Em relação às corridas de classificação, 7% das pessoas acreditam que o novo modelo realmente engrandeceu a F1. Contudo, 60% dos entrevistados não aprovam ter o formato sprint em todas as corridas no ano que vem.

Para Domenicali, os números são “encorajadores”. “Os números são muito, muito encorajadores. Vemos que há a mistura de sentimentos dos fãs mais tradicionais, que estão menos felizes com a mudança, enquanto os novos fãs estão realmente felizes em ver as coisas acontecendo de uma maneira diferente. Portanto, vejo que é correto considerar”, concluiu.

Em 2021, o calendário compreende três provas sprint durante o ano: na Inglaterra, Itália e no GP de São Paulo. A ideia em torno da disputa é oferecer ao público uma nova maneira de classificar os carros para a corrida principal, realizando uma prova de menor duração, no sábado.

A próxima etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 acontece neste fim de semana com a disputa do GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

5 COISAS PARA FICAR DE OLHO NO GP DOS ESTADOS UNIDOS | GP às 10

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar