“Faz parte do jogo” e “é difícil de julgar”: pilotos comentam erros recentes do “grande piloto” Vettel

Sebastian Vettel também foi tema da entrevista coletiva desta quinta-feira (25) no México, muito por conta dos erros cometidos nas últimas corridas. Carlos Sainz e Sergio Pérez exaltaram a história do tetracampeão, Max Verstappen optou por não comentar e Kimi Räikkönen foi breve

Há um consenso no paddock da F1 de que Sebastian Vettel só não está na briga pelo título de forma mais direta contra Lewis Hamilton — que só depende de um sétimo lugar no GP do México para conquistar o pentacampeonato — por conta dos erros cometidos, sobretudo a partir do GP da Alemanha. Chances reais de bons resultados, como também nos GPs da Itália, Japão e Estados Unidos, foram desperdiçadas em razão de falhas em momentos cruciais. Ainda assim, o tetracampeão é tratado por seus pares com muito respeito e até reverência.
 
Nesta quinta-feira (25) de entrevista coletiva oficial promovida pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) no Autódromo Hermanos Rodríguez, Carlos Sainz, Sergio Pérez, Kimi Räikkönen e Pierre Gasly comentaram a respeito da situação de Vettel. 
 
Max Verstappen, também presente à mesa da entrevista, foi o único que se absteve de falar sobre o assunto. “Eu só posso refletir sobre mim mesmo, de modo que não faz sentido falar de outro piloto, então prefiro não comentar”.
Sebastian Vettel foi tema da entrevista coletiva nesta quinta-feira no México (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Räikkönen, companheiro de Vettel na Ferrari desde 2015 até o fim desta temporada, foi breve ao falar sobre o alemão e minimizou a má fase. “Às vezes, acontece, você acelera e alguma coisa dá errado. Todos nós passamos por isso. É parte do jogo”, salientou.

 
Sainz e Pérez optaram por ressaltar todo o histórico vencedor de Vettel na F1, mas deixaram claro que é impossível julgar olhando o cenário de fora e não conhecendo o que de fato acontece dentro da equipe e do carro de Seb.
 
“É difícil julgar a performance de qualquer outro piloto porque você não conhece o carro e não sabe o que ele está enfrentando”, ponderou o mexicano. 
 
“Sem dúvida, houve erros, todos nós vimos, mas é muito fácil julgar de fora, sem saber exatamente o que está acontecendo. Respeito muito Sebastian Vettel, obviamente é campeão por um motivo, porque merece, e acredito que ele vai reagir. Ele já passou por momentos mais difíceis, mas acho que ele vai reagir”, afirmou.
Kimi Räikkönen falou pouco sobre a má fase do parceiro Sebastian Vettel (Foto: AFP)

Pérez seguiu o discurso do espanhol. “Acho que é algo parecido com o que disse Carlos: Sebastian é um grande piloto. É muito difícil julgar a performance de outro piloto quando não se está na mesma equipe. Você não sabe o que acontece lá dentro, de modo que não faz sentido [julgar]. Vimos alguns erros, provavelmente porque ele tentou algo que não foi possível. Mas ele ganhou quatro títulos, tem uma grande equipe e vai voltar a lutar de novo”, emendou ‘Checo’.

 
Gasly foi sucinto, mas também aproveitou para listar o passado vitorioso de Sebastian. 
 
“Todo mundo sabe que ele ganhou quatro títulos e sabe como administrar isso. Mas acredito que ele é o único que pode responder essa pergunta”, disse o futuro piloto da Red Bull em 2019.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do México de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.
 
E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube