Massa vê sobrenome Schumacher como fardo para Mick na F1: “Pressão extremamente alta”

Ex-companheiro de equipe de Michael Schumacher na Ferrari, Felipe Massa disse ver sobrenome como fardo para Mick, que precisa encarar as altas expectativas do público sobre sua velocidade

VERSTAPPEN TEM MATCH-POINT CONTRA HAMILTON + LEGADO DE FRANK WILLIAMS NA F1 | Paddock GP #270

Filho do heptacampeão mundial Michael Schumacher, Mick Schumacher chegou à Fórmula 1 ciente da pressão que iria receber por seguir os passos de um dos maiores da história da categoria. No começo da carreira, inclusive, o alemão chegou a usar o sobrenome da mãe, como forma de diminuir os holofotes sobre si próprio. E Felipe Massa, ex-piloto brasileiro de F1 que foi companheiro de equipe de Michael na Ferrari, acredita que o sobrenome — apesar de trazer também coisas boas, como apoio e patrocínios — pode ser um fardo para o jovem.

“Em geral, o nome ‘Schumacher’ é um fardo para Mick”, disse Massa ao portal alemão Die Welt. “Ajuda a conseguir patrocinadores, e ele tem muito suporte. Mas as pessoas esperam coisas que ele nunca vai poder dar. A pressão é extremamente alta”, explicou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Mick Schumacher acelera no GP do Catar, 20ª etapa da temporada 2021 (Foto: Haas F1 Team)

Mick faz sua primeira temporada na maior categoria do automobilismo mundial pela Haas, indiscutivelmente o pior carro do grid. Assim, a pressão sobre o alemão é menor, já que dificilmente o carro norte-americano consegue oferecer problemas aos competidores. Além disso, o patrocínio milionário trazido pelo pai de Nikita Mazepin, parceiro de Schumacher, faz com que a pressão se desloque ainda mais para o lado do russo — já envolvido em alguns episódios controversos ao longo do ano.

“A Haas é o pior carro da Fórmula 1, ele não tem o melhor companheiro de equipe — se ele tivesse alguém com mais experiência, seria possível julgá-lo muito melhor”, afirmou Massa. “Teremos que esperar até que ele tenha um carro melhor e um companheiro de equipe superior”, destacou.

Felipe Massa foi companheiro de equipe de Michael Schumacher na Ferrari (Foto: Fórmula 1)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Por fim, Massa evitou traçar qualquer tipo de comparação entre Mick e Michael. Além da carreira do alemão estar só começando, a própria categoria mudou muito desde os anos de glória do heptacampeão. “A Fórmula 1 era muito diferente nessa época. Michael estava em um time muito melhor”, encerrou o brasileiro.

A Fórmula 1 volta a acelerar no próximo final de semana, na primeira visita da categoria à Arábia Saudita em toda sua história. Entre os dias 3 e 5 de dezembro, os pilotos aceleram no recentemente construído Circuito de Jedá, com direito a cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

Fernando Alonso e Esteban Ocon chegam com troféus da Bola de Ouro (Vídeo: ESPN)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar