Ferrari revela que “nunca desenvolveu” carro de 2021 por top-3 e reafirma foco em 2022

Apesar de estar na briga com a McLaren pelo terceiro lugar entre os Construtores, Ferrari reafirmou foco total no desenvolvimento do carro da temporada 2022

VERSTAPPEN x HAMILTON: DÁ PARA APONTAR FAVORITO NA F1 2021?

Após 2020 ficar consumado como o pior ano da Ferrari desde 1980, com um modesto sexto lugar, a tradicional equipe italiana dá mostras de que vai se reerguendo em 2021. Atualmente, a escuderia de Maranello ocupa o terceiro lugar do Mundial de Construtores, e se distanciando cada vez mais da McLaren — já são 39,5 pontos de diferença. E o chefe da escuderia, Mattia Binotto, garantiu que os ferraristas não correm o risco de prejudicar o desenvolvimento do carro de 2022 ao buscar a terceira colocação.

“Nós nunca realmente desenvolvemos o carro atual”, admitiu Binotto. “Introduzimos algumas melhorias no começo da temporada, mas foi isso. Exceto pela unidade de potência, mas esse motor foi um desenvolvimento já de olho em 2022, então todos os nossos esforços desde o começo da temporada sempre foram no carro de 2022, nunca o comprometemos”, ressaltou o dirigente, lembrando da unidade de potência que foi introduzida na Rússia para Charles Leclerc e na Turquia para o carro de Carlos Sainz.

Binotto ainda reconheceu que o terceiro lugar não era um objetivo da Ferrari para 2021, apesar de dizer que esperava ver a equipe na briga. Para o italiano, o mais importante no último ano da era híbrida foi assimilar de forma mais eficiente as decisões da equipe, para que a melhora se refletisse nos resultados das pistas, principalmente a partir de 2022.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

FERRARI; CHARLES LECLERC; CARLOS SAINZ; F1; GP DO CATAR;
Carlos Sainz e Charles Leclerc fizeram nova corrida equilibrada no Catar, terminando em sétimo e oitavo, respectivamente (Foto: Scuderia Ferrari)

“Então podemos dizer que nunca esteve em nossas mentes penalizar o ano de 2022 para nos beneficiar em 2021”, explicou. “Sabíamos que poderíamos brigar pelo terceiro lugar no começo da temporada, sabíamos que poderia ser bem apertado. Mas nosso principal objetivo em 2021 não era o terceiro lugar, mas sim tentar melhorar em todos os detalhes como equipe, e a terceira posição foi uma consequência disso”, disse Binotto, antes de completar.

“Acho que se hoje estamos alcançando o terceiro lugar, é porque o time melhorou o jeito que está trabalhando em vários finais de semana, e não apenas por causa do desenvolvimento do carro por si só”, acrescentou.

O chefe da Ferrari ainda aproveitou para detalhar sobre os processos que acredita terem melhorado na garagem italiana neste ano. Segundo ele, o GP da França marcou um ponto de virada para a temporada da equipe, que passou a encontrar melhores formas de trabalhar — e assim, aumentar o rendimento.

“Acho que o time de corrida fez muito progresso desde o começo da temporada”, salientou. “Progrediu muito em termos de estratégia, o jeito que gerenciamos, a comunicação com os pilotos, o entendimento do que estamos fazendo. Melhorou muito em gerenciamento de pneus. Acho que desde Paul Ricard, o time desenvolveu novas ferramentas e metodologias para tentar ir melhor”, destacou.

É comum ver as Ferrari de Leclerc e Sainz andando próximas uma da outra em 2021 (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Binotto ainda relembrou da temporada de 2020, tenebrosa para as pretensões da Ferrari, apenas a sexta colocada após o encerramento do campeonato. O italiano destacou que poucas mudanças puderam ser feitas de um ano para o outro, o que ressalta ainda mais a evolução vista nos resultados da equipe em 2021, com Leclerc e Sainz representando a dupla mais equilibrada do grid no momento.

“Se olharmos para onde estávamos no ano passado, em sexto, com poucos pontos no campeonato, acho que fizemos o máximo que podíamos com o regulamento atual e maioria do carro também tinha muitas limitações em termos de desenvolvimento”, reconheceu. “De um modo geral, acho que o time fez muito progresso com o que era possível fazer, e por isso fico feliz. Porque sim, a terceira posição é um grande resultado de nossos esforços”, finalizou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar