FIA planeja proibir clones para evitar projetos como ‘Mercedes rosa’ a partir de 2021

Nikolas Tombazis, diretor-técnico da FIA, alertou que a entidade planeja endurecer as regras para evitar novos carros clonados na próxima temporada. O dirigente ainda afirmou que a Racing point levou a cópia de partes a outro patamar no RP20 e, por isso, foi punida

A sexta-feira (7) começou com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) aceitando as alegações da Renault sobre a legalidade dos dutos de freios da Racing Point e retirando 15 pontos da equipe de Silverstone no Mundial de Construtores, além de uma multa em € 400 mil (ou cerca de R$ 2,5 milhões), sendo € 200 mil (R$ 1,26 milhão) para cada um dos carros.

Agora, a Fórmula 1 planeja banir cópias de desenhos a partir de 2021, para prevenir que outras equipes façam o mesmo que a Racing Point fez com o RP20. O time é acusado de copiar vários pontos da Mercedes W10 em seu bólido atual. Na pré-temporada, em fevereiro, as semelhanças entre os modelos fez com que o carro ganhasse o apelido de “Mercedes rosa” e levantasse suspeitas das equipes rivais.

Nikolas Tombazis, diretor-técnico da FIA, afirmou às vésperas do GP dos 70 Anos que a entidade cogita mudanças no regulamento para evitar novos casos como o do RP20.

Racing Point e Renault travam duelos dentro e fora das pistas em 2020 (Foto: Racing Point)

“Planejamos em breve introduzir algumas alterações no regulamento esportivo de 2021 que devem evitar casos assim sejam comuns. Isso vai evitar que as equipes utilizem as fotos para copiar partes inteiras de carros como a Racing Point fez”, disse Tombazis.

“Ainda vamos aceitar componentes individuais copiados em algumas áreas, mas não queremos que o carro inteiro seja fundamentalmente uma cópia de outro modelo. Queremos dar uma importante mensagem de que os times podem ou não fazer para os carros do próximo ano”, completou o dirigente.

Tombazis ainda comentou que cópias são comuns na Fórmula 1 há décadas, mas a Racing Point levou o assunto para outro nível em 2020.

“Cópias estão na Fórmula 1 há muito tempo. Pessoas tiram fotos e os engenheiros fazem conceitos similares. Em algumas áreas, os conceitos são até mesmo idênticos. Não achamos que isso vai parar por completo no futuro. Mas o que a Racing Point fez levou tudo a outro patamar. Eles claramente decidiram aplicar essa filosofia para o carro inteiro”, finalizou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades do GP dos 70 Anos, quinta etapa da temporada 2020 da Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube