Fórmula 1 rejeita possibilidade de quarta corrida nos EUA em Nova York

Greg Maffei, chefe do Liberty Media, revelou em encontro nesta quinta-feira que o prefeito de Nova York, Eric Adams, ofereceu um local para a Fórmula 1 realizar uma prova na cidade, mas que a categoria não tem interesse neste momento

FÓRMULA 1 2022: A PALAVRA DE ORDEM É ATUALIZAÇÃO: TUDO DO GP DA ESPANHA | WGP

A Fórmula 1 não tem interesse em uma quarta corrida nos Estados Unidos neste momento. Chefe do Liberty Media, grupo de controla a categoria desde 2017, Greg Maffei revelou em um evento financeiro nesta quinta-feira (19) que o prefeito de Nova York, Eric Adams, ofereceu um local para que a categoria realisasse uma prova na cidade, mas que a proposta foi rejeitada.

“A administração de Eric Adams entrou em contato pedindo por um [GP]. Acho que é muito difícil. A proposta deles, Randalls Island, provavelmente não é o nosso local perfeito. Acho que a realidade é que as corridas de rua em um lugar como Nova York são muito, muito, muito difíceis”, contou Maffei.

A área de Randalls Island fica entre Manhattan e o Queens. A ilha tem um grande espaço verde e possui vários campos esportivos. Mas o local não chamou a atenção da direção da Fórmula 1, que parece estar de olho em grandes cenários, como o Strip, principal bairro de Las Vegas que vai receber uma prova da categoria a partir de 2023.

“Las Vegas é um dos poucos lugares nos Estados Unidos onde você provavelmente pode fazer uma corrida de rua, porque tem uma mentalidade diferente. Nova York é um local maravilhoso, mas é difícil imaginar eles fechando o Central Park para nós!”, explicou Greg.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A região de Las Vegas Strip vai receber a terceira corrida da F1 nos EUA a partir do ano que vem (Foto: Reprodução)

LEIA MAIS:
Ferrari em xeque, Red Bull em ascensão e ‘nova’ Mercedes: GP da Espanha redesenha F1

Um evento em Nova York também poderia gerar brigas que não interessam ao Liberty Media no momento. Quando o moderador do evento disse que gostaria de ver uma corrida na cidade, Maffei respondeu: “Suspeito que tenham alguns outros grupos que talvez não, então essa é uma briga que não precisamos ter”.

Além de Las Vegas, a categoria já tem o GP dos Estados Unidos, em Austin, desde 2011 e estreou o GP de Miami neste mês de maio. A corrida na Flórida teve uma grande procura dos fãs, comprovando o crescimento da Fórmula 1 entre os americanos. O chefe do Liberty Media afirmou que o balanço final é positivo, mas que há coisas a serem melhoradas para os próximos anos.

“Acho que no geral foi um grande sucesso, a demanda foi insana. Claro, tivemos problemas de logística em uma corrida realizada pela primeira vez. [Por exemplo] os pilotos não amam tudo na pista, o que não é incomum, ou o serviço de hospitalidade e segurança do Paddock Club. Veremos. Há coisas a serem melhoradas”, concluiu.

As atividades de pista para o GP da Espanha começam nesta sexta-feira (20), com os treinos livres. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura IN LOCO e traz todas as informações AO VIVO e EM TEMPO REAL.

FÓRMULA 1 2022: GP DE MIAMI DECEPCIONOU NA PISTA, MAS ESPETÁCULO FORA DELA PASSOU DO PONTO?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar