Funcionário da Pirelli testa positivo para coronavírus na Austrália

A F1 teve mais um caso de coronavírus confirmado. Após o funcionário da McLaren testar positivo, agora foi a vez da Pirelli anunciar que um de seus funcionários foi diagnosticado na Austrália

A Fórmula 1 viu mais um caso de coronavírus ser confirmado nesta segunda-feira (16). Em isolamento após apresentar sintomas em Melbourne, um funcionário da Pirelli foi diagnosticado com o COVID-19 e, assim, seguirá sendo tratado em solo australiano.
 
O funcionário da Pirelli foi o primeiro caso confirmado depois que a McLaren desistiu do GP da Austrália ao revelar que um membro da equipe estava com coronavírus. Depois disso, funcionários de diferentes setores foram isolados ao apresentarem sintomas da doença.
 
"Um funcionário da equipe de F1 da Pirelli testou positivo para o Covid-19 em Melbourne. A pessoa em questão agora está seguindo todos os procedimentos relevantes apontados pelas autoridades sanitárias australianas. Essas autoridades confirmaram à Pirelli que a pessoa não teve contato com terceiros, o que exigiria prevenções especiais para outras pessoas. A Pirelli monitora a situação de perto, de acordo com políticas púbçicas de saúde e ordens da empresa", informou a companhia italiana em comunicado.
A Pirelli confirmou um caso de coronavírus na Austrália (Foto: Pirelli)
O resultado do teste do funcionário da McLaren mudou completamente os rumos do início da temporada da F1, que estava tentando correr na Austrália mesmo em meio ao cenário de pandemia mundial. Com a McLaren desistindo da prova, Mercedes, Renault, Ferrari e Alfa Romeo pressionaram também pelo cancelamento da etapa que, posteriormente, virou adiamento de todas as provas antes do GP da Holanda.
 
A McLaren colocou ainda outros 14 funcionários de quarentena, mas o membro do time que estava infectado já deixou de apresentar os sintomas. A Ferrari suspendeu operaçõs em Maranello por, pelo menos, 12 dias, seguindo a recomendação da FIA de que os times não voltem para suas fábricas. 
 
O último levantamento apontava 174.893 casos de coronavírus no mundo com 6.705 mortes. A China, a Itália, o Irã, a Espanha e a Coreia do Sul são os cinco países com maior número de pessoas diagnosticadas com o vírus.
 

 
Paddockast #52
PREVISÕES CERTEIRAS E OUSADAS PARA F1 2020

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube