Russell crê em possibilidade de lidar com quique “durante todo o ano” na Mercedes

George Russell lamentou dificuldade da Mercedes em resolver quique do W13 e considerou a possibilidade de ter que lidar com o problema ao longo de toda a temporada

OS PROBLEMAS DA MCLAREN NO GP DO BAHREIN DA FÓRMULA 1 2022

George Russell está preocupado com os problemas da Mercedes e acredita que a solução para o quique pode demorar a ser encontrada pela equipe. Após uma primeira corrida sem destaque do time alemão — que seguia isolado em quinto e sexto lugares até contar com o abandono das duas Red Bull —, o britânico tentou demonstrar esperança em uma resolução por parte dos mecânicos. No entanto, deixou claro que o problema pode continuar aparecendo por algum tempo no W13.

“Esperamos que seja [resolvido] o mais rápido possível”, disse Russell ao tabloide britânico Daily Mail. “Mas pode ser que continue durante todo o ano. É promissor ver que outros carros tiveram o mesmo problema e conseguiram consertar, o que significa que existe uma solução ali”, reconheceu.

O quique vem sendo observado no carro da equipe desde a pré-temporada, quando os demais competidores acusaram a Mercedes de estar escondendo o jogo nos testes para demonstrar seu real potencial na abertura do campeonato. Entretanto, a escuderia de Toto Wolff não conseguiu solucionar o problema a tempo, e o galope foi novamente visto no GP do Bahrein, primeira etapa da temporada.

George Russell está preocupado com os problemas apresentados pela Mercedes (Foto: Mercedes)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Russell alcançou seu maior número de pontos em uma mesma corrida ao somar 12 com a quarta colocação, mas não saiu satisfeito de Sakhir. O britânico lamentou que a equipe não tenha solucionado a questão ainda no período de testes, e agora os mecânicos da Mercedes vão precisar correr para ajeitar o W13 com a temporada já em andamento.

“Mas estamos sofrendo para encontrá-la”, prosseguiu. “Teria sido brilhante se conseguíssemos resolver ainda na pré-temporada, quando tivemos tanto tempo de pista, mas realmente apenas não sabemos quanto tempo isso vai levar”, admitiu.

A Mercedes terá pouco tempo de trabalho até a segunda corrida do ano, programada já para este final de semana, na Arábia Saudita. A tendência é de que alguma novidade seja vista apenas na terceira etapa, na Austrália, entre 8 e 10 de abril.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar