GP às 10: Pérez tem chance da vida com Red Bull para mudar de patamar na Fórmula 1

No GP às 10 desta segunda-feira cercada de expectativa pela abertura da temporada 2021 da Fórmula 1, Fernando Silva fala sobre Sergio Pérez, que tem na Red Bull uma oportunidade única para se colocar entre os grandes pilotos do grid depois de vencer com a mediana Racing Point no ano passado

A Fórmula 1 divulgou uma simulação de volta no mais novo circuito de rua da Fórmula 1, Jidá, na Arábia Saudita (Vídeo: Fórmula 1)

Depois de construir praticamente toda a sua carreira em equipes médias da Fórmula 1, como Sauber, Force India e Racing Point, Sergio Pérez tem a chance tão esperada para mudar de patamar no Mundial em 2021. ‘Checo’, mexicano de 31 anos, foi contratado pela Red Bull para ser um dos titulares ao lado de Max Verstappen. O piloto nascido em Guadalajara entende que, com uma equipe multicampeã e que desponta como capaz de lutar por vitórias e até títulos neste ano, tem a grande chance da vida.

Fernando Silva fala sobre ‘Checo’ Pérez no GP às 10 desta segunda-feira e concorda ao afirmar que se trata de uma oportunidade única para que o mexicano se coloque entre os grandes nomes do grid na atualidade.

GUIA F1 2021
+F1 se prepara para duelo Hamilton x Verstappen em ano pandêmico e incerto
+Mercedes enfrenta revés com carro instável, mas abre temporada favorita
+Verstappen encara perspectiva de briga por título e desafio com Pérez
+Gasly muda de patamar e se mostra pronto para liderar AlphaTauri
+McLaren ganha reforços e mira consolidação no top-3 da Fórmula 1
+Alpine ousa com carro arrojado e mira top-3 no retorno de Alonso

Há que se destacar também o quão rápido Pérez parece ter se adaptado ao carro da Red Bull, sendo um dos grandes destaques dos testes de pré-temporada no Bahrein. A equipe taurina, com Verstappen, um carro dos mais equilibrados e uma versão muito forte da unidade motriz da Honda, desponta como grande candidata a lutar contra a Mercedes pelo título.

‘Checo’ é a grande aposta da Red Bull para ser forte com dois pilotos depois de penar nas últimas temporadas com os jovens e talentosos Pierre Gasly e Alexander Albon. Contudo, mesmo com notável velocidade e capacidade, faltou aos dois um pouco da cancha que tem o mexicano, dono de uma vitória e dez pódios ao longo de dez temporadas na Fórmula 1. O trunfo do mexicano é justamente a sua maturidade, ponto que difere totalmente da época em que correu pela McLaren, em 2013, ainda muito verde para defender uma equipe de tamanho peso e história.

O jornalista lembra também um fator pouco citado: Pérez é, nos últimos anos, o único piloto latino-americano titular no grid da Fórmula 1.

Fica a curiosidade, também, para saber como vai ser a relação entre ‘Checo’ e Max Verstappen, o homem escolhido pela Red Bull para lutar por vitórias e títulos no grid.

O que dá para esperar de Pérez na temporada 2021 da Fórmula 1, agora como piloto da Red Bull?

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Band se prepara para transmitir F1 até champanhe acabar’

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube