Velocidade dos novos motores surpreende: “Acho que chegamos a 360 km/h em Monza”, diz Rosberg

Os criticados motores V6 surpreenderam e atingiram velocidades maiores que as dos antigos V8 durante testes no Bahrein


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O mundo da F1 começa a se acostumar com os motores V6 turbo. Duramente criticados durante os testes da categoria em Jerez de la Frontera, os novos carros tiveram ótimas performances em retas em Sakhir, no Bahrein.

Após a realização de treinos em Sakhir, Nico Rosberg destacou o bom desempenho dos motores e, apoiado na impressionante marca de Fernando Alonso, que alcançou 336 km/h, apostou em 360 km/h como marca a ser atingida em Monza, pista mais veloz do calendário.

“Os carros estão muito rápidos de reta. Acho que alcançaremos 360 km/h durante o fim de semana em Monza”, disse.

Enquanto Mercedes e Ferrari superam facilmente as velocidades alcançadas em 2013, os carros com motores Renault seguem com muitas dificuldades. Nenhum piloto de Lotus, Red Bull, Toro Rosso e Caterham rompeu a barreira dos 308 km/h, ficando 6 km/h abaixo do atingido pelos times com os motores V8 aspirados, em 2013. Piloto da Caterham, equipe que, além de sofrer com os motores da fabricante francesa, também tem um baixo orçamento, Kamui Kobayashi criticou duramente o início de ano no time anglo-malaio.

“Atualmente nós não estamos em um nível F1. Está mais para GP2, estamos tendo muitos problemas com o carro e os tempos estão incrivelmente lentos”, falou.

Rosberg acredita que os novos motores vão alcançar 360 km/h em Monza (Foto: Getty Images)


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O japonês também comparou o motor Renault ao Mercedes, destaque da pré-temporada até agora.

“Quando olhamos os tempos da Mercedes, vemos como a diferença está esmagadora. Por outro lado nos mostra o que é possível fazer e de que forma devemos evoluir”, finalizou.

Depois de muitas reclamações quanto ao ruído emitido pelos novos carros e a dificuldade de aceleração nas curvas, a performance dos V6 em reta aponta para uma importante qualidade dos novos motores. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube