F1

Hamilton defende Vettel após erro em disputa no Bahrein: “É minúsculo perto de tudo que já conquistou”

Pentacampeão mundial e vencedor do GP do Bahrein, Lewis Hamilton saiu em defesa do rival Sebastian Vettel após o erro cometido durante a prova do último domingo. O alemão da Ferrari fechou a corrida apenas na quinta colocação

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas

Lewis Hamilton saiu em defesa do rival Sebastian Vettel após o GP do Bahrein, realizado no último domingo (31). O inglês da Mercedes executou uma ultrapassagem por fora sobre o alemão da Ferrari na volta 38, e viu o concorrente rodar sozinho em seguida e, depois, perder a asa. Com o problema no motor de Charles Leclerc, aquela virou a ultrapassagem que valeu a vitória, com Vettel acabando apenas em quinto lugar.

Em entrevista ao site inglês 'RaceFans', o pentacampeão mundial explicou que ventava muito, mas que não tem entende o que causou o problema com Vettel. "Não tenho ideia do que aconteceu. Olhei o replay e não houve toque. Estava ventando muito", declarou o inglês.

Foi a quarta vez que Vettel rodou nas últimas dez corridas da F1, o que causou críticas de todas as partes em cima do alemão. Hamilton, no entanto, saiu em defesa do principal rival, afirmando que corridas ruins acontecem com todos os pilotos, e que os bons desempenhos de Vettel 'desequilibram' em cima das corridas fracas.
Sebastian Vettel (Foto: AFP)
"Foram poucas vezes. Acontece com todo mundo. Só porque você é um multicampeão mundial não significa que você não terá um fim de semana ruim", disse. "É mais acumulativo. Olhe pra carreira do Vettel, ele teve performances sensacionais que desequilibram as corridas fracas em que ele rodou, por exemplo. Isso é minúsculo no status que ele acumulou e criou", comentou.

Vettel também teve dificuldades para alcançar o ritmo do companheiro de equipe Leclerc. Apesar de tomar a liderança da corrida na largada, o alemão foi superado pelo monegasco, que abriu vantagem na ponta até sofrer um problema de motor que o deixou apenas em terceiro. Apesar disso, Hamilton acredita na recuperação de Vettel.

"Eu não sei porque o carro deles estava tão diferente, mas já aconteceu em outras corridas. Lembro de eu e Nico em Barcelona, éramos rápido nos treinose depois apareceram grandes mudanças no carro durante a corrida, e você literalmente está pilotando com a mão nas costas, não tem aderência. Depois chega outra corrida e é diferente", pontuou. "Eu não sei porque isso acontece, mas foi um desses dias pra ele. É um campeão mundial e grande atleta, ele vai se recuperar e continuar trabalhando", concluiu.