Hamilton lamenta desgaste de pneus e falta de velocidade em Monza: “Não era nosso dia”

Lewis Hamilton ficou preso atrás de Charles Leclerc com uma Mercedes que tinha velocidade, mas não a ponto de permitir ultrapassagem sobre a Ferrari. O britânico lamenta um dia que não correu como o planejado, resultando em um terceiro lugar

Lewis Hamilton teve dois problemas sérios na disputa pela vitória no GP da Itália, disputado neste domingo (8) em Monza. O britânico, além do já esperado déficit de velocidade da Mercedes contra a Ferrari, viu os pneus se desgastarem demais enquanto perseguia Charles Leclerc. A consequência foi um resultado abaixo do ideal, com um terceiro lugar no pódio.
 
“Eles simplesmente estavam mais rápidos do que nós hoje”, disse Hamilton. “Muito mais rápidos em linha reta, então mesmo chegando perto não tinha como passar. Não foi nosso dia”, seguiu.
 
Depois de tantas voltas preso atrás de Leclerc, Hamilton errou na aproximação da curva 1. A escapada custou tempo e permitiu a subida de Valtteri Bottas para segundo. O finlandês também tentou pressionar o ferrarista, mas não conseguiu tomar a liderança.
Lewis Hamilton foi ao pódio em Monza, em terceiro (Foto: Beto Issa)

“Ele [Leclerc] fez um grande trabalho. Meus parabéns à Ferrari e ao Charles. Havia muita pressão sobre o Valtteri [Bottas] e eu. Eu fiz o melhor que podia, mas seguir tão de perto por tanto tempo… Os pneus eventualmente ficaram destruídos”, lamentou.

 
O resultado, entretanto, não muda o fato de que a vida de Hamilton segue tranquila no Mundial de Pilotos. Com sete provas restando, o britânico tem vantagem de 62 pontos sobre Bottas, ainda vice-líder.
 

Paddockast #32
AS PISTAS MAIS PERIGOSAS DO MUNDO

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube