F1

Hamilton rejeita colocar Bottas como único rival pelo título e mantém Ferrari na briga: “Temos de ficar atentos”

Apesar das quatro dobradinhas conquistadas pela Mercedes nas quatro primeiras provas de 2019, Lewis Hamilton acredita que não é hora de colocar Valtteri Bottas como único rival na briga pelo título. O #44 considerou que é preciso ficar atento à Ferrari

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Lewis Hamilton acredita que não é hora de descartar a Ferrari na briga pelo título da temporada 2019 da Fórmula 1. O britânico descartou olhar para Valtteri Bottas como único rival deste ano.
 
Apesar de ter mostrado boa forma na pré-temporada, a Ferrari decepcionou neste início de campeonato. Enquanto isso, a Mercedes apareceu dominante, com quatro dobradinhas nas quatro corridas disputadas até aqui.
Lewis Hamilton avaliou que a Ferrari segue na briga pleo título (Foto: AFP)
Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #15: Você manja mais de Fórmula 1 do que Flavio Gomes?



 Ouça no Spotify
 Ouça no iTunes
 Ouça no Android
 Ouça no playerFM

Assim, Bottas lidera o Mundial de Pilotos com apenas um ponto de margem para Hamilton. Enquanto isso, Sebastian Vettel vem em terceiro, já 35 pontos atrás do finlandês. No Mundial de Construtores, a Mercedes já acumula 173 tentos, 74 a mais que a escuderia de Maranello.
 
Questionado se Bottas era seu principal rival na briga pelo título desde ano, Hamilton respondeu: “Não. É muito cedo para dizer que uma pessoa é o rival pelo título”.
 
“A Ferrari teve um bom ritmo no treino e na classificação. Acho que, se os dois carros entregassem como nós entregamos, e os pilotos deles entregassem como nós entregamos, acho que estaríamos muito mais próximos”, ponderou. “Mais ainda temos de ficar na ponta dos pés”, seguiu.
 
“Não trouxemos uma atualização e a Ferrari trouxe, então é um pouco surpreendente em termos de performance, porque, em algum ponto, traremos uma atualização”, lembrou.
 
Apesar do bom início de temporada, Hamilton defendeu que a Mercedes permaneça focada e atenta à evolução da Ferrari.
 
“Essas primeiras corridas foram estelares para nós, e nós temos de permanecer focados, porque você simplesmente nunca sabe quando outro time vai dar um passo à frente”, comentou. “Acho que Barcelona é normalmente um lugar para onde você leva atualizações. A Ferrari talvez tenha adiantado”, ponderou.
 
“Mas acho que ainda temos de ficar atentos a eles e continuar com a performance que tivemos até aqui e não deixar isso vacilar”, concluiu.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.