Hamilton se vê em posição melhor para voltar a vencer na F1 em Austin e torce pelo fim das falhas em largada

Lewis Hamilton se vê definitivamente em uma situação melhor para o fim de semana em Austin. O inglês confia na melhora dos procedimentos de largada e acha que a Mercedes deu um passo à frente na tentativa de anular as falhas que vem acontecendo ao longo da temporada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Lewis Hamilton se mostrou confiante e afirmou que a Mercedes vem melhorando com relação aos procedimentos de largada, especialmente depois das falhas enfrentadas neste ano e custaram resultados melhores ao inglês em algumas corridas da temporada 2016 da F1. O tricampeão chega a Austin, nos EUA, para a 18ª etapa do campeonato, com um déficit de 33 pontos para o líder Nico Rosberg, que vem de uma sequência de quatro vitórias nas últimas cinco provas. 

 
Rosberg teve a vida facilitada em Suzuka, na prova realizada há duas semanas, depois que Hamilton saiu mal do segundo posto e caiu para oitavo ainda na primeira volta. Lewis também encarou má largadas na Austrália, no Bahrein e na Itália – etapas vencidas pelo alemão. 
Lewis Hamilton vem enfrentando problemas de largada desde o início do ano (Foto: Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"É algo que vem acontecendo durante todo o ano", explicou Hamilton aos jornalistas, nesta quinta-feira (20), no Texas. "Nós trabalhamos muito nisso, talvez mais do que em outras áreas. Eu estive na fábrica na semana passada e vi o quanto estão trabalhando em todas as partes do ano, só espero que tenhamos um fim de semana melhor aqui", completou.

 
"Definitivamente, sinto que estamos em uma posição melhor, então dedos cruzados para domingo", acrescentou o britânico de 31 anos.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube