F1

Hamilton tira Massa da liderança e volta a colocar Mercedes na frente no penúltimo dia de testes da F1 em Barcelona

Lewis Hamilton, com pneus macios, tirou Felipe Massa da ponta no penúltimo dia de testes da F1 em Barcelona. Isso com o brasileiro usando os compostos supermacios
Warm Up, de Barcelona / RENAN DO COUTO, de Barcelona
 Lewis Hamilton (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

A Mercedes tornou a liderar um dia de testes da F1 em 2015. Neste sábado (28), Lewis Hamilton foi o dono da melhor marca entre os nove pilotos que treinaram no Circuito da Catalunha, em Barcelona, na Espanha. E usando pneus mais duros do que os adversários mais próximos.

Até a hora do almoço, a liderança pertencia a Felipe Massa e à Williams com um tempo de 1min23s262 nos compostos supermacios. Kimi Räikkönen, também com os supermacios, virou 1min23s276 na Ferrari.

Hamilton, à tarde, anotou 1min23s022 com os pneus macios no carro da Mercedes — equipe que segue sem usar os compostos mais moles que tem à disposição.
Lewis Hamilton liderou no Circuito da Catalunha (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Mas não foi um dia de tanta quilometragem para a Mercedes, não perto do que o time já chegou a fazer nesta pré-temporada. Hamilton ficou um bom tempo parado nos boxes enquanto a equipe executava mudanças na parte mecânica do carro — nenhum problema foi confirmado.

Hamilton foi, portanto, 0s240 mais veloz que Massa, este sim dono de uma boa quilometragem. O brasileiro passou das 100 voltas e não enfrentou problemas. Ele tem comemorado a boa confiabilidade do seu carro. Räikkönen seguiu imediatamente atrás até o fim da tarde e fechou em terceiro lugar.

O dia teve pouquíssimas interrupções, ao menos até a hora final. Foi só então que aconteceram as duas bandeiras vermelhas do sábado. A primeira delas, causada pela Sauber de Marcus Ericsson. A segunda, pela Toro Rosso de Carlos Sainz. Ambos, no entanto, passaram confortavelmente das 100 voltas antes de enfrentarem as falhas mecânicas.

Sainz foi o quarto colocado, à frente de Romain Grosjean com a Lotus, e de Ericsson.

Hülkenberg, sétimo colocado, surprendeu pela excelente quilometragem. O segundo dia da vida do VJM08 da Force India foi ainda melhor que o primeiro, permitindo ao alemão completar 157 giros. Ninguém andou mais que ele, que igualou o total rodado por Nico Rosberg no primeiro dia de trabalhos da pré-temporada, em Jerez.

A McLaren Honda tornou a andar pouco. Kevin Magnussen, reserva do time, teve uma manhã tranquila e deu 38 voltas. À tarde, quando foi retomar as atividades, notou um vazamento de óleo que veio a encerrar os trabalhos. A equipe explicou que o vazamento aconteceu em um local muito fundo do chassi e era melhor fazer uma boa investigação para que Jenson Button tivesse um domingo livre de problemas.

O último dos 12 dias de testes da F1 antes de o campeonato de 2015 começar acontece neste domingo, também em Barcelona. A sessão vai das 5h às 14h (horário de Brasília) e será acompanhada AO VIVO e em TEMPO REAL pelo GRANDE PRÊMIO.

F1, Treinos coletivos, Barcelona, dia 7:

1 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:23.022   76
2 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:23.262 +0.240 102
3 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:23.276 +0.254 136
4 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:24.477 +1.455 122
5 8 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS MERCEDES 1:24.628 +1.606 116
6 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:24.761 +1.739 132
7 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:24.939 +1.917 157
8 22 KEVIN MAGNUSSEN DIN McLAREN HONDA 1:25.225 +2.203 39
9 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:25.742 +2.720 128