Vowles revela conselho de Wolff antes de ir para Williams: “Não seja um merda”

James Vowles contou que, durante seus últimos anos na Mercedes, recebeu mentoria de Toto Wolff e entendeu melhor como desempenhar o papel de chefe de equipe

James Vowles assumiu o posto de chefe de equipe na Williams no início de 2023 e tem trabalhado bem no projeto de reestruturação da equipe. Porém, antes de chegar a Grove, o dirigente atuou junto da Mercedes e afirmou que aprendeu muito sobre a nova função com o ex-chefe, Toto Wolff. Inclusive, o mandatário dos alemães deu conselhos ao antigo funcionário e o pediu para “não ser um merda” no novo cargo.

Vowles foi estrategista da Mercedes e esteve junto do time no período de domínio entre 2014 e 2021. Antes de assumir o posto na Williams, James afirmou que recebeu conselhos de Toto Wolff. Além disso, revelou uma proximidade com Frédéric Vasseur, chefe da Ferrari, e Otmar Szafnauer, antigo dirigente da Alpine, nomes que, apesar da rivalidade no grid, também o apoiaram.

Relacionadas


“Ele [Toto] disse: ‘não seja um merda’. Foi o conselho dele. Fora isso, ele sabe que estou me preparando para isso há um bom tempo, então havia pouco que ele pudesse me orientar. Ainda hoje, eu diria que Fred (Vasseur), Otmar (Szafnaeur) e alguns outros me orientaram bastante. Ainda que sejam adversários, posso ligar para eles. Não necessariamente para pedir conselhos, mas eles acabam me dando algumas orientações”, contou Vowles ao podcast High Performance.

Vowles ainda contou que Wolff foi uma espécie de tutor em sua carreira. Contudo, embora o dirigente austríaco já tenha revelado o desejo de deixar a Fórmula 1 quando encontrasse um “substituto à altura”, James negou que a mentoria tenha sido uma espécie de preparação para se tornar o novo chefe da Mercedes.

Vowles ajudou a tirar a Williams da lanterna da F1 em 2023 (Foto: Williams)

“Toto foi gentil e tirou parte do seu tempo para me dar o máximo de experiência possível, ele sabia onde estava me formando. Isso não significa que ele estava com planos de me fazer chefe da Mercedes, mas ele me ensinou e compartilhou toda sua experiência e responsabilidade”, seguiu o chefe da Williams.

“Assim, estive em uma posição acima dos pilotos de corrida e também de simulador. Também comecei a trabalhar com nossas equipes na Fórmula E, GT3 e outras coisas. É claro que você não pode fazer tudo de uma vez, então o que fiz foi construir uma equipe que fizesse todas as partes estratégicas para mim, para que eu pudesse me concentrar no crescimento. Depois de se basear na engenharia e se concentrar em como a empresa administra, você tem uma ideia melhor de como assumir essa função”, finalizou Vowles.

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.