Alesi diz que é preciso “ser bilionário e comprar uma equipe” para ter vaga na F1

Desapontado com a saída do filho da Academia da Ferrari, Jean Alesi desabafou sobre o alto custo no esporte a motor e disse que somente sendo um bilionário para alcançar a Fórmula 1. Em 2021, Giuliano sai da Europa para correr no Japão

Giuliano Alesi precisou mudar os rumos da carreira. Dispensado da Academia da Ferrari, e após resultados ruins na Fórmula 2, o francês vai para o Japão correr na Super Formula Light e no Super GT300 com apoio da Toyota.

No início da semana, o francês participou do teste privado da Ferrari em Fiorano. No comando do SF71H de 2018, o piloto exaltou a oportunidade de estrear com um carro da categoria e destacou que foi uma ótima despedida do time. Para Jean Alesi, o pai do jovem, bancar a carreira tornou-se algo muito caro e complicado, especialmente no caminho para a Fórmula 1.

“Ele vai correr quase todo fim de semana [no Japão], o que não é possível na Europa a não ser que você pague muito dinheiro. Ultimamente, você precisa ser um bilionário e comprar uma equipe ou não vai acabar na Fórmula 1. As vagas estão bloqueadas pelos pilotos do [Frédéric] Vasseur e do [Christian] Horner”, disse o ex-piloto.

Giuliano Alesi, Fórmula 1 2021, Fiorano, Ferrari
Giuliano Alesi precisou mudar os rumos da carreira e vai para o Japão (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Felizmente há a Ferrari que fornece motores para algumas equipes da F1 e também pilotos. Mick Schumacher conseguiu uma vaga na F1 pelo título na Fórmula 2, mas sem o apoio de Maranello isso não seria possível”, completou.

No ano passado, Jean vendeu sua Ferrari F40 por R$ 6 milhões para conseguir cobrir a carreira do filho na F2. “Estou muito triste sobre isso porque sou um ex-piloto de Fórmula 1, tenho conexões, mas tive de vender minha Ferrari F40 para conseguir o orçamento para meu filho correr na categoria. E por quê? Porque é quase uma missão impossível encontrar um patrocinador”, afirmou.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube