Kubica volta ao cockpit da Alfa Romeo no primeiro treino livre para o GP da Hungria

Na pista de Hungaroring, o polonês entrará na vaga de Kimi Räikkönen por uma sessão

No último fim de semana, no GP da Estíria, Robert Kubica voltou a participar de um final de semana de corrida na Fórmula 1 ao substituir Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, no primeiro treino livre disputado no Red Bull Ring. Agora, na Hungria, o polonês retorna ao C39, dessa vez no lugar de Kimi Räikkönen, na mesma fase da programação.

Kubica é reserva da Alfa Romeo desde o primeiro dia de 2020 e já guiou o modelo equipado como motor Ferrari na pré-temporada. No TL1 para a segunda corrida na Áustria, o GP da Estíria, o piloto de 35 anos teve rendimento discreto e terminou na 18ª posição, 1s930 atrás do líder da sessão (Sergio Pérez), enquanto Kimi Räikkönen fechou em 15º.

“Pilotar um desses carros é sempre uma sensação incrível e não consigo esperar pela sexta-feira”, disse Kubica em comunicado emitido pela Alfa Romeo nesta quarta-feira (15).

Kubica retornou à F1 no treino livre do GP da Estíria (Foto: “Alfa Romeo”)

“Emoções à parte, não podemos esquecer como é crucial o desenvolvimento do carro, especialmente na apertada temporada 2020. O time precisa de informações valiosas, e é para isso que estou aqui. Tivemos um final de semana produtivo na última vez, e meu objetivo é ajudar o time a dar outro passo à frente na Hungria”, completou Kubica.

A primeira sessão de treinos livres para o GP da Hungria está marcada para 6h (de Brasília) desta sexta-feira. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube