F1

Kvyat revela gratidão por Marko, mas lembra: “Me chamou de inútil no molhado”

Feliz depois de voltar a subir ao pódio da F1 depois de mais de três anos, Daniil Kvyat se mostrou grato a Helmut Marko: “Estou aqui graças a ele”. O russo também se recordou da rigidez com que o dirigente austríaco, consultor da Red Bull, costuma tratar os jovens pilotos e recordou quando foi repreendido por Marko em um teste ainda no começo da década, antes mesmo de estrear na F1

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
Há pouco mais de três anos, Daniil Kvyat caiu em desgraça dentro da Red Bull e foi rebaixado pela própria equipe, tendo de voltar à Toro Rosso para dar lugar a Max Verstappen depois do erro cometido no GP da Rússia de 2016 — realizado logo em seguida ao seu então último pódio na F1, na China. Helmut Marko foi um dos artífices do rebaixamento do russo, que seguiu na equipe de Faenza até pouco antes do fim de 2017, foi demitido e recontratado para disputar a temporada 2019 da Fórmula 1
 
Neste domingo (28), depois do incrível pódio conquistado no GP da Alemanha, Kvyat falou sobre Marko e ressaltou a gratidão que tem pelo dirigente austríaco. Mas também recordou o quanto o consultor da Red Bull é duro com seus jovens pilotos.
Daniil Kvyat festeja pódio na Alemanha com Christian Horner e Helmut Marko (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Helmut organizou muitas montanhas russas ao longo da minha carreira, talvez mais do que fez a Verstappen e a Vettel. É uma pessoa especial na minha vida, imagino que nas nossas vidas”, disse o piloto, de apenas 25 anos, na entrevista coletiva pouco depois da festa do pódio em Hockenheim.
 
“Graças a ele somos o que somos hoje e melhoramos pessoalmente, e o progresso profissional que fiz graças a ele é enorme e, obviamente, gosto do que ele fez por mim. Estou aqui graças a ele”, disse.
 
Foi então que Kvyat fez questão de recordar um momento, ocorrido ainda no início da década, e que teve Marko como protagonista.
 
“Acho que hoje é preciso lembrar que um dia chovia muito, às 7h, e fiquei 3 ou 4s atrás no meu primeiro teste com chuva na Fórmula BMW. Marko me ligou, disse que eu era um inútil no molhado e desligou o telefone”, lembrou.
 
Assim, a conquista do troféu de terceiro lugar soa como vitória e também como resposta a um dos comandantes da Red Bull. Nas entrelinhas, Kvyat mostra que tem como meta voltar à Red Bull para voltar a brigar de forma mais frequente por pódios na F1.
 
“Trabalhei duro para chegar a este momento e tomara que possa mandar uma mensagem e dizer que estou pronto para lutar por isso de forma consistente. Não há mensagem mais forte do que um pódio assim”, declarou o piloto, ainda sem acreditar no que havia acabado de acontecer.
 
“É incrível estar de volta ao pódio naquela que eu poderia chamar de minha ‘segunda carreira’. Pensei que isso nunca voltaria a acontecer de novo na minha vida, então estou incrivelmente feliz. Há tantas emoções que ainda preciso de um tempo para deixar a ficha cair. Este feito é grande para nós, 11 anos desde o último pódio da Toro Rosso, com Sebastian [Vettel] em Monza”, comentou.
 
“É um dia incrível e estou muito feliz. Muito obrigado a todos na equipe, é um dia inacreditável. Estava mais do que pronto para lutar por esse tipo de posição. Neste ano eu me sinto mais maduro, cuca fresca e pronto para lutar no topo, então acho que provei hoje a mim mesmo e a todos à minha volta. Espero que isso seja um hábito em breve”, concluiu.
Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.