Leclerc admite que 8º lugar no grid é “retrato realista” do momento da Ferrari

Charles Leclerc não acha que o pódio do GP da Inglaterra seja uma possibilidade no GP dos 70 Anos. O monegasco vê a Ferrari em apuros na etapa

Charles Leclerc foi um dos destaques do GP da Inglaterra, classificando bem e levando a Ferrari ao pódio. Só que, dias depois, na mesma pista, a realidade mudou. O monegasco foi oitavo na definição do grid do GP dos 70 Anos deste sábado (8) e acredita que fez o que dava para fazer com a Ferrari em Silverstone. Com o companheiro Sebastian Vettel saindo apenas de 11º, a projeção não é otimista para a corrida.

Leclerc explicou que o rendimento caiu bem em relação ao terceiro lugar da corrida passada e acha que o acerto da Ferrari e a gama mais macia de pneus contribuíram.

“Surpreso? Não, na verdade eu acho que é um retrato mais realista do nosso momento. Estamos sofrendo mais do que na semana passada aqui, especialmente nos pneus mais macios. Tentamos ser mais agressivos e não conseguimos encaixar uma volta de macios. Eles estavam prejudicando bastante no último setor, nem temos muito o que fazer, é o que é”, disse à emissora inglesa Sky Sports.

Charles Leclerc ficou apenas em oitavo na classificação (Foto: Ferrari)

Ainda que pregue uma postura otimista, Charles sabe que a prova deve ser complicada. O piloto do #16 larga entre a AlphaTauri de Pierre Gasly e a Red Bull de Alexander Albon.

“Amanhã vai ser uma corrida bem difícil. Se foi difícil encaixar uma volta rápida, mais ainda manter um ritmo de corrida para segurar os rivais. Mas seguimos otimistas. Darei meu máximo e vamos ver em que lugar chegamos”, completou.

A largada do GP dos 70 Anos da Fórmula 1 está marcada para 10h10 (de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar