Leclerc diz que ritmo era “bem melhor que o esperado” e lamenta chance perdida

De acordo com o monegasco, desta vez foi chance perdida pelo fato da Ferrari estar bem posicionada entre as rivais de meio de pelotão em Sóchi

Durante a temporada 2020, quase nunca a Ferrari tem carro que permita algo satisfatório, mas Charles Leclerc achou era o caso neste sábado (26), em Sóchi, no treino de classificação para o GP da Rússia. Por isso a decepção quando terminou o Q1 na 11ª colocação e, assim, fora da fase final e com a chance perdida.

O momento mais importante da Ferrari no Q2 foi a batida de Sebastian Vettel, que acabou ainda quase envolvendo Leclerc, com o monegasco escapando por pouco. Após a bandeira vermelha, Leclerc vinha em décimo, bem no limite, e foi superado por Lewis Hamilton para ser tirado do Q3. O maior motivo de irritação? O carro permitia mais.

“Foi bem assustadora [a batida], mas, com sorte, ele está bem e nada pior vai acontecer. Mas é uma decepção não passar para o Q3”, falou.

“Havia, definitivamente, o ritmo para fazer algo bem melhor que o esperado hoje, mas perdemos a chance. Estou bem desapontado. Mas é a vida. Largamos em 11ª, temos escolha livre de pneus e espero me beneficiar com isso”, seguiu.

“A equipe me avisou que não havia margem, mas eu podia ter deixado uma vantagem ainda maior para o carro que estava na minha frente. Enfim, amanhã tentaremos novamente”, afirmou.

Após o momento da eliminação, extravasou com um grito no rádio. De qualquer forma, porém, larga atrás dos rivais diretos de pelotão intermediário.

A largada do GP da Rússia vai ser em horário mais cedo que o habitual e está prevista para 8h10 (horário de Brasília). Antes, às 7h, o GRANDE PRÊMIO inicia a transmissão ao vivo do BRIEFING pré-corrida com a análise do treino classificatório e as últimas informações vindas diretas de Sóchi. Tudo no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube