Leclerc fala sobre desenvolvimento da Ferrari e nega obsessão por 1ª vitória: “Só quero tirar o melhor do carro”

Com o terceiro lugar no Bahrein como melhor resultado na Fórmula 1 até o momento, Charles Leclerc revelou que, apesar do desejo, não está obcecado por sua primeira vitória na categoria. Objetivo do monegasco é trabalhar para igualar o carro da Ferrari ao da Mercedes. Próxima oportunidade será no GP da Espanha

Charles Leclerc não se sente pressionado para conquistar a primeira vitória da carreira. O monegasco da Ferrari teve o terceiro lugar no dramático GP do Bahrein como o seu melhor resultado na temporada 2019 até o momento, e o jovem entende que não está obcecado para subir no lugar mais alto do pódio pela primeira vez na Fórmula 1.

Em entrevista ao site norte-americano 'Motorsport.com', Leclerc revelou que o seu foco no momento é trabalhar para melhorar o carro da Ferrari. A equipe entrou como favorita após o bom desempenho na pré-temporada, mas viu a Mercedes disparar e anotar dobradinha nas quatro primeiras corridas do ano, um feito histórico na F1, enquanto o monegasco é apenas em quinto na classificação.

"Não é uma obsessão no momento. Minha obsessão é deixar o carro melhor possível para conseguir extrair o total potencial dele. Depois disso, tenho certeza que os resultados virão. É claro que estou esperando impacientemente por este momento, e estou trabalhando forte para isso, mas não é uma obsessão. Eu não penso que seria uma boa abordagem ao fim de semana pensando em vencer, só quero tirar o melhor do carro", declarou.
Charles Leclerc (Foto: Ferrari)

Apesar da quase vitória no Bahrein, Leclerc sofreu com ordens de equipe da Ferrari nas corridas da Austrália e da China, com o time favorecendo o tetracampeão Sebastian Vettel. O jovem afirmou que não pensa no campeonato do alemão, apenas em deixar o carro mais equilibrado com o da Mercedes.

 
"Nada muda. É muito importante focar no meu trabalho e no que preciso fazer no carro. Eu não foco no meu companheiro, mas em mim. Espero que os resultados venham naturalmente", citou. "Estamos tentando desenvolver o carro da forma melhor possível. Ao todo, não acho que temos uma grande fraqueza, só é questão de conseguir o ajuste e o desenvolvimento de forma correta", completou.

A Fórmula 1 retorna no próximo final de semana, nos dias 10, 11 e 12 de maio, com o GP da Espanha, que vai ser disputado em Barcelona.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar