Lotus aumenta presença feminina na F1 e anuncia espanhola Jordá em programa de desenvolvimento

A Lotus anunciou nesta quinta-feira (26) a contratação da espanhola Carmen Jordá para o posto de piloto de desenvolvimento da equipe

Pouco a pouco, as mulheres seguem ganhando espaço na F1. Depois de María de Villota e Susie Wolff — mais recentemente —, chegou a vez da espanhola Carmen Jordá garantir um espaço na mais importante categoria do automobilismo mundial.
 
Nesta quinta-feira (26), a Lotus aproveitou o dia de testes em Barcelona e anunciou a contratação da espanhola de 26 anos para o posto de piloto de desenvolvimento. Assim, Carmen se junta a escuderia que tem Pastor Maldonado e Romain Grosjean como titulares e Jolyon Palmer como reserva.
Carmen Jordá é a nova pilota de desenvolvimento da Lotus (Foto: Lotus)

Jordá começou o kart aos dez anos de idade e tem no currículo participações na GP3 e na Indy Lights. Seu melhor resultado foi conquistado no campeonato nacional de F3, onde obteve um quarto lugar em 2007.

 
De acordo com a Lotus, além de comparecer aos GPs e testes, a filha do ex-piloto José Miguel Jordá vai focar nas avaliações das atualizações do E23. A equipe de Enstone, entretanto, não confirmou se a pilota vai ter a chance de testar o E23 neste ano. 
 
“Juntar-me à Lotus parece um sonho que se tornou realidade”, disse Jordá. “Corro desde os dez anos, então guiar um carro de F1 era um sonho desde muito cedo”, continuou. 
 
 “Entrar Lotus é um grande passo em direção à minha meta. Vou trabalhar para melhorar como piloto, assim como ajudar o time a desenvolver o carro testando as atualizações no simulador. É uma oportunidade fantástica”, resumiu. “Sei que é apenas o início e o maior desafio ainda está por vir, mas ser parte de um time com tanta história é uma honra. Esta é uma grande conquista, mas uma oportunidade ainda maior, que vai levar a coisas maiores e melhores”, completou. 
Diretor-geral da Lotus, Matthew Carter celebrou a chegada de Jordá e afirmou que a espanhola vai levar uma perspectiva nova ao time.
 
“Nós estamos felizes em anunciar Carmen Jordá como piloto de desenvolvimento da Lotus e estamos ansiosos para trabalhar com ela ao longo da temporada e, por fim, vê-la atrás do volante”, declarou Carter. “Carmen vai trazer uma perspectiva nova ao time”, defendeu.
 
“Nós temos um programa forte para ela, indo aos GPs, assim com um tempo extensivo no nossa sofisticada instalação de simulação em Enstone”, explicou. “Ela é uma adição única ao time e nós estamos ansiosos para ajudá-la a progredir em suas metas, assim como receber o benefício de suas observações e contribuições no desenvolvimento do E23”, concluiu.
ESCONDENDO O JOGO?

A Williams foi só a quinta equipe em quilometragem total nos dois primeiros testes da pré-temporada da F1 em 2015, mesmo que seu carro não tenha apresentado nenhum grande problema durante as atividades. Engenheiro-chefe da equipe inglesa, Rod Nelson explicou o porquê de o programa de treinamentos ser mais ‘econômico’ que o da concorrência"Não acho que estamos escondendo o jogo", disse o inglês

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube