F1

Magnussen critica e afirma que FIA se precipitou em punição na Rússia

Kevin Magnussen voltou a se queixar dos comissários do GP da Rússia. O dinamarquês ainda entende que foi punido de maneira injusta, depois que escapou da pista na curva 2. Para o piloto da Haas, os homens da FIA se precipitaram

GRANDE PRÊMIO / Redação GP, de Curitiba
Kevin Magnussen segue perplexo com os comissários do GP da Rússia, que o puniram por não passar à esquerda de dois cones na área de escape da curva 2 da pista em Sóchi, após uma escapada em uma disputa com Sergio Pérez. O dinamarquês se defendeu e reafirmou que não fez nada de errado no episódio. 
 
Durante a corrida russa, o piloto da Haas cruzou a linha de chegada em oitavo, mas recebeu a sanção de 5s por sair do traçado e levar vantagem, ficando atrás de Lando Norris, da McLaren, na nona colocação. Kevin protestou, dizendo que a decisão dos homens da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) não foi justa pela quantidade de tempo que perdeu por sair da pista. Ele disputava o sétimo lugar com o mexicano da Racing Point na ocasião.
Kevin Magnussen (Foto: Haas)
Depois da corrida, Magnussen chamou de "estúpida" a atitude dos comissários, enquanto o chefe Gunther Steiner disse que, por causa da ação do "comissário idiota", a equipe perdeu a chance de um resultado melhor. Steiner, inclusive, está na mira da FIA pelo comentário.
 
O dinamarquês alega que não foi informado sobre o que deveria, de fato, fazer naquele caso específico. "Fomos informados de uma coisa e eu não fiz o que foi classificado como punição. Eles disseram que se você for completamente para a esquerda do primeiro elemento, então você tem de passar pelos cones e, se não, você toma a punição. Mas eu os atravessei. Não está escrito em nenhum lugar o que fazer nesse caso. Então, eu tentei ir por ali e perdi muito tempo. Por isso, acho que está errado e acho que eles sabem que foi errado", explicou.
 
Magnussen disse ainda que tentou explicar à FIA, pelo rádio, que fez o que era possível para passar à esquerda dos cones, mas que, naquele ângulo, foi impossível contornar o primeiro deles. Para Kevin, os comissários se precipitaram. "Eu falei a eles que tentei passar por ali, mas não consegui. Eles fazem as regras, então acho que deveriam também observar melhor o que falam para nós. Ou seja, se você passar completamente e especificamente para a esquerda do primeiro elemento laranja, vai ter de passar pelos dois, o que eu não fiz."
 
"Então, o que devo fazer? Eu tentei o meu melhor. Não foi como se eu tivesse acelerado ali sem perder tempo. Dá impressão que estavam com as armas engatilhadas para punir", terminou.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP do Japão de F1. Siga tudo aqui.
Paddockast #36
O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.